Conecte-se conosco

Policial

Polícia Civil dá detalhes da investigação e prisão do homem que confessou matar motorista por aplicativo em CG

O crime tirou a vida do estudante universitário e motorista por aplicativo Daniel Vitor Cavalcante Brito.

Publicados

em

O crime que tirou a vida do estudante universitário e motorista por aplicativo Daniel Vitor Cavalcante Brito, no dia 27 de dezembro, em Campina Grande, está elucidado. Nessa segunda-feira, 03 de janeiro, a Polícia Civil prendeu o suspeito do delito e identificou a segunda pessoa envolvida no caso. 

Detalhes da investigação foram dados à imprensa, durante uma entrevista coletiva na manhã desta terça-feira, 04. De acordo com o superintendente de Polícia Civil em Campina Grande, Glauber Fontes, trata-se de um latrocínio cometido por um casal. O homem preso, de 35 anos de idade, confessou ter asfixiado Daniel com um fio de telefone celular. 

Anúncio


“Ele disse em seu depoimento que estava precisando de dinheiro e, por isso, resolveu cometer o que a princípio seria apenas um roubo. Mas, aparentemente, o suspeito confesso não tem muita experiência no mundo do crime e acabou cometendo um latrocínio, ou seja, matou Daniel apenas para levar seu aparelho celular”, explicou Glauber. 

Daniel Vitor ficou desacordado, devido à pressão que sofreu em seu pescoço com o fio de telefone, e o suspeito saiu para comprar um isqueiro. Na volta, ele ateou fogo no carro, pensando que esta atitude o livraria de ser identificado e preso. “Ele usou o álcool que a própria vítima tinha no carro”, disse o delegado. 

O homem preso contou com a ajuda de sua ex-companheira, com quem tem dois filhos. Após o crime, ela resolveu fugir da cidade, conforme apontam as investigações. 

Foragida 

O delegado Demétrius Patrício, que preside o Inquérito na Delegacia de Roubos e Furtos, disse que já representou pela prisão preventiva da mulher envolvida no crime. “A informação que temos é de que ela deixou os filhos com uma conhecida sua e fugiu de Campina Grande. Dessa forma, pedimos a colaboração da sociedade, no sentido de nos repassar qualquer informação que nos leve a essa pessoa. O disque-denúncia 197 é uma ferramenta segura e garante sigilo absoluto”, frisou.

O investigado confesso está recolhido na Central de Polícia Civil, aguardando audiência de custódia. 

Assessoria

Rate this post
Anúncio


Policial

Polícia Civil apreende 30 kg de maconha em Santa Rita

Publicados

em

A Polícia Civil da Paraíba prendeu nessa terça-feira, 27 de fevereiro, um homem investigado por tráfico de drogas e relação com facções criminosas. Ele foi preso no bairro de Tibiri, em Santa Rita, por equipes policiais da 5ª Delegacia Distrital, sediada em Bayeux.

Durante as diligências, os policiais apreenderam aproximadamente 30 quilos de maconha, distribuídos em tabletes. Uma balança de precisão também foi apreendida. Os indícios são de que a droga seria comercializada na região metropolitana de João Pessoa.

Anúncio


A prisão foi comunicada à justiça, e o material apreendido foi encaminhado ao Instituto de Polícia Científica (IPC) da Polícia Civil.

Ascom

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Policial

ARAÇAGI: Polícia Civil prende investigado por homicídio

Publicados

em

Foto: Arquivo/PCPB

Um homem de 41 anos de idade foi preso pela Polícia Civil da Paraíba, nessa segunda-feira, 26 de fevereiro, apontado como autor de um homicídio na cidade de Araçagi. A prisão foi realizada pelo Núcleo de Homicídios de Guarabira.

O crime aconteceu em janeiro de 2021, na zona rural daquele município. Com base nas investigações, a justiça expediu o mandado de prisão em desfavor do suspeito, sendo a ordem judicial cumprida nessa ação policial.

Anúncio


O homem preso foi apresentado em audiência de custódia.

Ascom

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Policial

Reforço policial em Cabedelo apreende 7ª arma de fogo em menos de 48 horas

Publicados

em

O reforço policial em Cabedelo apreendeu a sétima arma de fogo em menos de 48 horas de intensificação das ações de segurança na região. A apreensão ocorreu na noite desta última quarta-feira (28), resultando em dois homens presos pela Polícia Militar.

De acordo com a Força Regional, unidade responsável pela ação, os acusados já tinham passagem pela polícia e respondiam por crimes relacionados a drogas e a violência doméstica. A dupla foi flagrada pelos policiais na comunidade do Renascer, tentou fugir mas foi frustrada.

Anúncio


Com eles os policiais apreenderam um revólver calibre 38, um kit roni, que atua como um “conversor” de pistola em uma submetralhadora, aumentando o poder de fogo. Além disso os acusados estavam com maconha, balança de precisão, e dois radiocomunicadores que também foram apreendidos pela PM (foto principal acima).

A ação de reforço acontece durante intensificação do policiamento preventivo na região, e de combate a grupos criminosos. Ainda na terça-feira, outras seis armas foram apreendidas pelos policiais da 6ª Companhia Independente, resultando em criminosos presos e novos crimes frustrados (fotos abaixo).

Ascom

Rate this post
Anúncio


Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas