Conecte-se conosco

Policial

Polícia Civil prende delegado, escrivão e advogada

Outros sete policiais também são investigados.

Publicados

em

A Polícia Civil da Paraíba deflagrou na manhã desta sexta-feira, 10 de março, a Operação Proditor, que contou com o apoio do Ministério Público, representado pelo GAECO, e resultou na prisão de dois policiais civis e uma advogada. Eles são investigados por corrupção, extorsão e peculato. Outros sete policiais também estão envolvidos.

Os crimes aconteciam na 6ª Delegacia Distrital de Santa Rita, na grande João Pessoa. De acordo com as investigações, os suspeitos cometiam atos ilegais na delegacia, como a cobrança indevida de fianças a familiares de pessoas presas, por exemplo. Autos de Prisão em Flagrante também eram convertidos em Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO), em troca de dinheiro. A advogada investigada também participava das irregularidades.

Anúncio


O delegado-geral da Polícia Civil, André Rabelo, designou os delegados Yuri Givago e Alexandre Fernandes para coordenar as investigações. O trabalho investigativo durou cerca de um ano e quatro meses, culminando com a deflagração da operação.

“Não é um dia feliz para a Polícia Civil, mas não poderia ser diferente. E faremos quantas vezes forem necessárias. A Polícia Civil está pronta para isso. O nosso compromisso é servir a população e corrigir esses desvios”, disse André Rabelo.

Foram presos um delegado, um escrivão e uma advogada. Os outros sete policiais investigados foram alvos de mandados de busca e apreensão. Eles irão responder em liberdade, por suas respectivas participações nos crimes.

“Isso não macula a Polícia Civil. Nós somos uma instituição formada por cerca de 2.130 servidores, na sua grande maioria homens e mulheres de bem. Esse episódio de hoje é algo restrito a uma equipe. Mas se vier a acontecer com outros servidores, nós vamos agir da mesma forma, com a mão firme que tem de ser”, concluiu o delegado-geral.

Assessoria

Rate this post
Anúncio


Policial

Polícia Civil apreende 30 kg de maconha em Santa Rita

Publicados

em

A Polícia Civil da Paraíba prendeu nessa terça-feira, 27 de fevereiro, um homem investigado por tráfico de drogas e relação com facções criminosas. Ele foi preso no bairro de Tibiri, em Santa Rita, por equipes policiais da 5ª Delegacia Distrital, sediada em Bayeux.

Durante as diligências, os policiais apreenderam aproximadamente 30 quilos de maconha, distribuídos em tabletes. Uma balança de precisão também foi apreendida. Os indícios são de que a droga seria comercializada na região metropolitana de João Pessoa.

Anúncio


A prisão foi comunicada à justiça, e o material apreendido foi encaminhado ao Instituto de Polícia Científica (IPC) da Polícia Civil.

Ascom

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Policial

ARAÇAGI: Polícia Civil prende investigado por homicídio

Publicados

em

Foto: Arquivo/PCPB

Um homem de 41 anos de idade foi preso pela Polícia Civil da Paraíba, nessa segunda-feira, 26 de fevereiro, apontado como autor de um homicídio na cidade de Araçagi. A prisão foi realizada pelo Núcleo de Homicídios de Guarabira.

O crime aconteceu em janeiro de 2021, na zona rural daquele município. Com base nas investigações, a justiça expediu o mandado de prisão em desfavor do suspeito, sendo a ordem judicial cumprida nessa ação policial.

Anúncio


O homem preso foi apresentado em audiência de custódia.

Ascom

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Policial

Reforço policial em Cabedelo apreende 7ª arma de fogo em menos de 48 horas

Publicados

em

O reforço policial em Cabedelo apreendeu a sétima arma de fogo em menos de 48 horas de intensificação das ações de segurança na região. A apreensão ocorreu na noite desta última quarta-feira (28), resultando em dois homens presos pela Polícia Militar.

De acordo com a Força Regional, unidade responsável pela ação, os acusados já tinham passagem pela polícia e respondiam por crimes relacionados a drogas e a violência doméstica. A dupla foi flagrada pelos policiais na comunidade do Renascer, tentou fugir mas foi frustrada.

Anúncio


Com eles os policiais apreenderam um revólver calibre 38, um kit roni, que atua como um “conversor” de pistola em uma submetralhadora, aumentando o poder de fogo. Além disso os acusados estavam com maconha, balança de precisão, e dois radiocomunicadores que também foram apreendidos pela PM (foto principal acima).

A ação de reforço acontece durante intensificação do policiamento preventivo na região, e de combate a grupos criminosos. Ainda na terça-feira, outras seis armas foram apreendidas pelos policiais da 6ª Companhia Independente, resultando em criminosos presos e novos crimes frustrados (fotos abaixo).

Ascom

Rate this post
Anúncio


Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas