Guarabira

Parceria ente UEPB e Prefeitura de Guarabira leva Universidade Aberta à Maturidade ao Campus III

O professor Manoel Freire explanou sobre o funcionamento da turma da maior idade em Guarabira. Segundo ele, o curso será composto por disciplinas obrigatórias e optativas, distribuídas nos seguintes eixos temáticos: “Saúde e Qualidade de vida”, “Educação e Sociedade”, “Cultura e Cidadania”, “Arte e Lazer”.

 

“Nosso objetivo é dar continuidade ao projeto que se iniciou no Campus I, levando-o a todas as cidades onde a UEPB detém campus universitário. Visamos, sobretudo, possibilitar aos idosos à participação em aulas de formação, nas quais possam trocar experiências e aprofundar os conhecimentos gerais, principalmente os relacionados ao envelhecimento e à qualidade de vida”, explicou o coordenador da UAMA.

 

Para o secretário de Ação Social, esta é uma excelente oportunidade para ofertar uma assistência produtiva e contínua aos idosos. “Já dispomos de projetos sociais de atenção ao idoso, mas a parceria estabelecida com a UEPB vai permitir que esse auxílio e relacionamento seja permanente”, disse Elias Asfora.

 

O professor Waldeci Ferreira Chagas relatou que, com esta inciativa, o CH colabora com a efetivação da cidadania através da projeção de políticas públicas voltadas para o idoso. “Nossa proposta é de lavar o conhecimento produzido na universidade ao idoso, para que ele possa fazer uso desse saber científico no seu cotidiano, buscando melhores condições de vida e envelhecimento bem sucedido”, disse o docente.

 

O curso, que totalizará dois anos de duração, terá aulas ministradas duas vezes por semana. As matrículas são gratuitas e acontecem no dia 11 de fevereiro de 2015, no prédio do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), localizado no Centro de Guarabira. Serão disponibilizadas vagas para as primeiras 50 pessoas acima de 60 anos de idade que forem se matricular.

 

A Universidade Aberta à Maturidade, criada há quatros pela UEPB, foi implantada para atender a demanda educativa de idosos, tendo como objetivo contribuir na melhoria das capacidades pessoais, funcionais e socioculturais.

 

 

Simone Bezerril/Ascom-CH




Click para Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

Topo