Policial

Moradores de Casserengue, PB, furtam dinheiro de banco após explosão, diz polícia

explosao-casserengue
Foto: Felipe Valentim/TV Paraíba

Agência bancária do município no Brejo da Paraíba foi explodida na madrugada desta quarta-feira (30).

Pessoas que moram próximo a uma agência bancária na cidade de Casserengue, no Brejo da Paraíba, que foi explodida na madrugada desta quarta-feira (30) são suspeitos de furtar dinheiro e um bebedouro do estabelecimento após a ação dos criminosos. A Polícia Civil está investigando o caso e, se identificados, podem responder por furto.

De acordo com a polícia, cerca de dez homens chegaram pouco antes das 4h em uma caminhonete e explodiram a agência, de acordo com a Polícia Militar, que chegou no momento em que o grupo estava no local. Eles fugiram deixando para trás uma dinamite, que estava armada no caixa.

De acordo com o delegado da Polícia Civil, Luiz Gonzaga, alguns moradores aproveitaram a explosão do caixa eletrônico para entrar na agência e roubar o dinheiro que estava no chão. Alguns deles levaram também um bebedouro que havia no local.

“A população tem que entender que os bandidos estão do outro lado, não podemos agir como eles. O caso vai ser repassado para o delegado que vai ficar com o caso da explosão e se comprovada a participação deles podem responder pelo crime de furto, por terem se beneficiado com a explosão. Além de tudo modificam a cena do crime” explicou Luiz Gonzaga.

Ainda conforme o delegado, o gerente a agência bancária confirmou que o caixa eletrônico explodido havia sido abastecido um dia antes com aproximadamente de R$ 100 mil, sendo que 30% deste valor já havia sido sacado pelos clientes. Ainda não há confirmação se os criminosos conseguiram levar algum dinheiro durante a ação.

Além da agência de Casserengue, outro correspondente bancário, desta vez no município de São José de Lagoa Tapada, também foi alvo de criminosos na madrugada desta quarta-feira. De acordo com a Polícia Militar, também eram dez homens, que arrombaram a porta, montaram os explosivos, mas não conseguiram detoná-los e fugiram.

Do G1 PB




Mais Lidas

Topo