Conecte-se conosco

Cinema

A Vigilante do Amanhã e O Poderoso Chefinho estreiam no CineMaxxi. Confira a programação de 30/03 à 05/04

Foto: Divulgação

Publicados

em

Confira os filmes em cartaz no CineMaxxi Cidade Luz em Guarabira-PB, de 30/03 à 05/04 de 2017. A novidade da semana é o filme Power Rangers. Os filmes: Power Rangers e A Bela e a Fera continuam em cartaz. Confira a seguir os trailers e horários de exibição.

A Vigilante do Amanhã


Sinopse: Num mundo pós 2029, cérebros se fundem facilmente a computadores e a tecnologia está em todos os lugares. Motoko Kusanagi, conhecida como Major, é uma ciborgue com experiência militar que comanda um esquadrão de elite especializado em combater crimes cibernéticos.

Classificação: 16 anos (Não Recomendado para menores de 16 anos)

Gênero: Ação, Ficção Científica – Duração: 1 hora e 47 minutos, Ano: 2017

Horários no CineMaxxi Cidade Luz
21:10 – 3D Dublado

 

O Poderoso Chefinho


Sinopse: Um bebê falante que usa terno e carrega uma maleta misteriosa une forças com seu irmão mais velho invejoso para impedir que um inescrupuloso CEO acabe com o amor no mundo. A missão é salvar os pais, impedir a catástrofe e provar que o mais intenso dos sentimentos é uma poderosa força.

Classificação: Livre (Recomendado para Todos os Públicos)

Gênero: Animação, Comédia – Duração: 1 hora e 38 minutos, Ano: 2017

Horários no CineMaxxi Cidade Luz
17:20 – 3D Dublado
19:20 – 3D Dublado
21:20 – 3D Dublado

 

Power Rangers


Sinopse: A jornada de cinco adolescentes que devem buscar algo extraordinário quando eles tomam consciência que a sua pequena cidade Angel Grove – e o mundo – estão à beira de sofrer um ataque alienígena. Escolhidos pelo destino, eles irão descobrir que são os únicos que poderão salvar o planeta. Mas para isso, eles devem superar seus problemas pessoais e juntarem sua forças como os Power Rangers, antes que seja tarde demais.

Classificação: 10 anos (Não Recomendado para menores de 10 anos)

Gênero: Ação, Aventura, Ficção Científica – Duração: 2 hora e 4 minutos, Ano: 2017

Horários no CineMaxxi Cidade Luz
16:10 – 2D Dublado

 

A Bela e a Fera


Sinopse: Moradora de uma pequena aldeia francesa, Bela (Emma Watson) tem o pai capturado pela Fera (Dan Stevens) e decide entregar sua vida ao estranho ser em troca da liberdade dele. No castelo, ela conhece objetos mágicos e descobre que a Fera é, na verdade, um príncipe que precisa de amor para voltar à forma humana.

Classificação: 10 anos (Não Recomendado para menores de 10 anos)

Gênero: Fantasia, Romance, Musical – Duração: 2 hora e 9 minutos, Ano: 2017

Horários no CineMaxxi Cidade Luz
14:50 – 3D Dublado
18:35 – 3D Dublado

 


Sessões durante toda a semana:

cinemaxxi__filmes_em_cartaz_de_3003_a_0504_de_2017

cinemaxxi_combo_ABelaeaFera

Para os filmes em 3D, o ingresso custa apenas R$ 22,00. E R$ 20,00 para filmes em 2D. Mas todo mundo paga meia de segunda a quarta-feira, exceto feriados. Aproveite a promoção!

Meia entrada para todos de segunda à quarta no CineMaxxi.

cinemaxxi_Seguda_a_Quarta_Todo_Mundo_paga_MeiaNão é a toa que o CineMaxxi Cidade Luz é o máximo em cinema! Olha que legal! O chefe liberou a meia-entrada para todo mundo de segunda a quarta-feira, exceto feriados! É ou não é uma boa notícia? Reúna toda a família e vá ao CineMaxxi!

Toda semana, de segunda a quarta-feira, todo mundo paga meia!!! E não precisa apresentar nada, nem carteirinha e nem cupom de promoção! Agora no #CineMaxxi a meia-entrada é garantida pra todo mundo!

 


cinemaxxi_cidade_luz_LOGOFique sempre informado:

Siga o CineMaxxi Cidade Luz nas redes sociais:

facebook.com/cinemaxxicidadeluz

instagram.com/cinemaxxicidadeluz

Ou ligue para o CineMaxxi: (83) 3271-1324

Cinema

Raya e o último Dragão está em cartaz no Cinemaxxi em Guarabira

Publicados

em

Foto: Divulgação

Confira a programação em cartaz no Cinemaxxi Cidade Luz em Guarabira-PB de 15 à 21 de Abril de 2021.

O filme RAYA e o último Dragão estreia no Cinemaxxi Cidade Luz em Guarabira. O filme: LUCICREIDE VAI PRA MARTE, continua em cartaz no Cinemaxxi Cidade Luz no Shopping Cidade Luz em Guarabira. Confira a seguir o trailer e horários de exibição.

RAYA e o último Dragão

Classificação: 10 Anos

Horários das Sessões

SEG; TER; QUA, QUI: 16h20 – 18h40

SÁB; DOM; E FER: 14h30 – 16h50

Sinopse: Em Raya e o Último Dragão, Kumandra é um reino habitado por uma vasta e antiga civilização conhecida por ter passado gerações venerado os dragões, seus poderes e sua sabedoria. Porém, com as criaturas desaparecidas, a terra é tomada por uma força obscura. Quando uma guerreira chamada Raya, convencida de que a espécie não foi extinta, decide sair em busca do último dragão, sua aventura pode mudar o curso de todo o mundo.

LUCICREIDE Vai pra Marte

Classificação: 10 Anos

Horário da Sessões:

SEG; TER; QUA, QUI: 21h

SÁB; DOM; E FER: 19h10 – 21h

Sinopse: A empregada doméstica Lucicreide (Fabiana Karla) é uma dessas pessoas cuja a vida é uma batalha inglóra: seu marido a abandonou, seus filhos fugem cada vez mais ao seu controle e sua sogra se instalou em sua casa contra sua vontade. Saturada das responsabilidades, ela permite que o filho de seus patrões a inscreva na viagem especial que levará o primeiro homem ao Planeta Vermelho, sem se dar conta de que essa decisão impulsiva a transportará para uma aventura diferente de tudo que ela já vivenciou. 


O Cinemaxxi Cidade Luz tem todas as medidas de seguranças tomadas como uso obrigatório de máscara, distanciamento e uso do álcool em gel para manter a segurança de todos.


cinemaxxi_cidade_luz_LOGOFique sempre informado: Siga o CineMaxxi Cidade Luz nas redes sociais: facebook.com/cinemaxxicidadeluz instagram.com/cinemaxxicidadeluz Ou ligue para o CineMaxxi: (83) 3271-1324 Siga o CineMaxxi da Serra nas redes sociais: facebook.com/Cinemaxxi-Da-Serra-306367359909582 instagram.com/cinemaxxidaserra Ou ligue para o CineMaxxi: (83) 98767-8069



Continue lendo

Cinema

Lucicreide continua em cartaz no Cinemaxxi Cidade Luz. Confira os horários!

Publicados

em

Foto: Divulgação

O filme de comédia nacional protagonizado pela personagem Lucicreide do programa “ZorraTotal” da Rede Globo, continua em cartaz no Cinemaxxi Cidade Luz até 14 de abril de 2021.

Confira os horários de exibição:

Confira o trailer:

Confira a Sinopse:

A empregada doméstica Lucicreide (Fabiana Karla) é uma dessas pessoas cuja a vida é uma batalha inglóra: seu marido a abandonou, seus filhos fugem cada vez mais ao seu controle e sua sogra se instalou em sua casa contra sua vontade. Saturada das responsabilidades, ela permite que o filho de seus patrões a inscreva na viagem especial que levará o primeiro homem ao Planeta Vermelho, sem se dar conta de que essa decisão impulsiva a transportará para uma aventura diferente de tudo que ela já vivenciou. 

Continue lendo

Cinema

Cota de tela: obrigatoriedade de exibir filmes nacionais em cinemas brasileiros é constitucional, decide STF

Decisão na sessão desta quarta-feira (17) seguiu entendimento da Procuradoria-Geral da República

Publicados

em

A obrigatoriedade da exibição de filmes nacionais em cinemas brasileiros, durante um número determinado de dias por ano, é constitucional. A decisão na sessão desta quarta-feira (17) do Supremo Tribunal Federal (STF) seguiu entendimento da Procuradoria-Geral da República (PGR). Em sustentação oral, o procurador-geral da República, Augusto Aras, defendeu que a chamada cota de tela atende ao interesse público e assegura a efetividade do investimento público na área.

O tema entrou em debate no julgamento do Recurso Extraordinário 627.432, caso paradigma do Tema 704 da repercussão geral. O recurso foi interposto pelo Sindicato das Empresas Cinematográficas do Estado do Rio Grande do Sul contra os artigos 55 e 59 da Medida Provisória 2.228/2001 e o art. 1º do Decreto 4.945/2003. Para o procurador-geral, as normas questionadas devem ser compreendidas no contexto do direito à cultura e dos deveres do Estado de promover o desenvolvimento e difundir a cultura local. Por maioria de votos, os ministros negaram provimento ao recurso.

De acordo com Augusto Aras, ao determinar a obrigatoriedade de exibição de um percentual mínimo de filmes nacionais nas salas de cinema do país, “as normas legais materializam a obrigação do Estado brasileiro de promover a difusão e circulação da cultura nacional e asseguram ao povo brasileiro o direito de ter acesso a essas produções audiovisuais”. No entendimento do procurador-geral, para cumprir esse mandamento constitucional, “há de se ofertar ao público nacional o produto final”.

Aras alertou que de nada adianta significativa expansão na criação e produção do cinema nacional se não houver, na ponta da cadeia de consumo, um mercado sensibilizado com o produto artístico veiculado pelos diretores brasileiros. “No mais das vezes, a propósito, o público brasileiro sequer tem conhecimento da existência e disponibilidade do filme nacional”, salientou. E frisou que a livre iniciativa não é um valor absoluto, podendo haver restrições, de modo a compatibilizá-la com outros valores constitucionais, a exemplo do fomento à cultura.

Por fim, destacou que a medida se harmoniza com a difusão do produto nacional em concomitância com a atividade lucrativa de exibição de filmes. “Há filmes brasileiros que geram enorme proveito econômico, assim como filmes estrangeiros que não têm desempenho exitoso nas bilheterias”, comentou rebatendo o argumento de que a cota de veiculação de filmes brasileiros contaminaria o resultado econômico do setor.

Programas produzidos nos municípios – Em julgamento conjunto e com o mesmo entendimento, os ministros também julgaram o Recurso Extraordinário 1.070.522, que trata do tempo destinado pelas emissoras de rádio aos programas culturais, artísticos e jornalísticos. A norma questionada trata de paradigma do Tema 1.013 da repercussão geral, que discute a recepção, ou não, pela Constituição de 1988, de dispositivos do Decreto 52.795/1963. O recurso foi interposto pela União e foi julgado procedente pela maioria dos ministros, também seguindo a manifestação do procurador-geral da República.
Para Augusto Aras, a imposição de limites temporais para a transmissão de programas culturais, artísticos e jornalísticos de caráter local tem autorização constitucional expressa e importante finalidade social, “envolvendo o fomento da identidade e da cultura das diversas localidades do país, não constituindo indevida interferência estatal ou cerceamento da liberdade de expressão”.

Assessoria/MPF

Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas