Conecte-se conosco

Esporte

MP não recebe laudos dos estádios e agenda audiência para a próxima semana

Publicados

em

O Ministério Público da Paraíba, através do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (Nudetor), promove, na próxima quarta-feira (3), uma audiência para discutir a situação dos estádios de futebol do Estado que serão utilizados no Campeonato Paraibano 2018, que começa no próximo dia 7 de janeiro. A audiência será realizada às 9h, no auditório da sede do MP-Procon, na Capital.

Segundo o coordenador do Nudetor e da Comissão a Comissão Permanente de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios da Paraíba, procurador Valberto Lira, faltando apenas 10 dias para o início do campeonato, o Ministério Público ainda não recebeu os laudos de todos os estádios relacionados na tabela de jogos publicada no site da Federação Paraibana de Futebol. (Confira situação dos estádios abaixo). “A perspectiva, no momento, é do início do Campeonato com a realização dos jogos de portões fechados, quiçá, em outras rodadas e não só na primeira”, informa o coordenador.

Segundo Valberto Lira, na audiência será apresentada oportunidade aos gestores dos estádios assumirem compromisso de saneamento das irregularidades e, com relação aos estádios ‘Silvío Porto’, em Guarabira, e ‘Zé Cavalcante’, em Patos, verificar se foram sanadas as irregularidades, conforme Termos de Ajustamento de Conduta já assinados.

Valberto Lira destaca ainda que três clubes da Paraíba têm participação prevista na Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro das séries “C” e “D’ e também poderão ter jogos de portões fechados, segundo comunicação da Gerência de Segurança da CBF.

“Infelizmente, diante da nova legislação que modificou os laudos previstos no Estatuto do Torcedor, convoquei uma reunião, no início do mês de outubro, onde seriam explicadas as novas regras para a elaboração dos laudos, conforme a Portaria 290/2015 do Ministério dos Esportes, mas ninguém deu atenção. Agora que cada um assuma. A legislação mudou. Demos oportunidade. Ninguém se preocupou. Só lamento que o mais prejudicado é o torcedor paraibano que poderá ser privado de assistir seu clube jogar, sem que tenha dado causa à situação”, conclui Valberto Lira.

Situação dos estádios

Segundo o banco de dados do Núcleo do Desporto e de Defesa do Torcedor, do Ministério Público da Paraíba, a situação dos estádios é a seguinte:

1- Estádio ‘Alemidão’, em João Pessoa, encontra-se reprovado, pelo Laudo de Prevenção e Combate a Incêndio e Pânico, emitido pelo Corpo de Bombeiros Militar e “aprovado com restrição”, pelo Laudo de Segurança, emitido pela Polícia Militar e não foi apresentado ao MP o Laudo de Condições Sanitárias e de Higiene.

2- Estádio ‘Amigão’, em Campina Grande, encontra-se reprovado, pelo Laudo de Prevenção e Combate a Incêndio e Pânico, emitido pelo Corpo de Bombeiros Militar e “aprovado comrestrição”, pelo Laudo de Segurança, emitido pela Polícia Militar e não foi apresentado ao MP o Laudo de Condições Sanitárias e de Higiene.

3- Estádio ‘Marizão’, em Sousa, encontra-se “aprovado com restrição”, pelo Laudo de Prevenção e Combate a Incêndio e Pânico, emitido pelo Corpo de Bombeiros Militar e não foram apresentados ao MP o Laudo de Segurança e o Laudo de Condições Sanitárias e de Higiene.

4- Estádio ‘Perpetão’, em Cajazeiras, encontra-se reprovado, pelo Laudo de Prevenção e Combate a Incêndio e Pânico, emitido pelo Corpo de Bombeiros Militar e não foram apresentados ao MP o Laudo de Segurança e o Laudo de Condições Sanitárias e de Higiene.

5- Estádio ‘Zé Cavalcante’, em Patos, encontra-se “aprovado com restrição”, pelo Laudo de Prevenção e Combate a Incêndio e Pânico, emitido pelo Corpo de Bombeiros Militar e “ reprovado” pelo Laudo de Segurança e não foi apresentado ao MP o Laudo de Condições Sanitárias e de Higiene.

6- Estádio ‘Presidente Vargas’, em Campina Grande, encontra-se reprovado, pelo Laudo de Prevenção e Combate a Incêndio e Pânico, emitido pelo Corpo de Bombeiros Militar e não foram apresentados ao MP o Laudo de Segurança e o Laudo de Condições Sanitárias e de Higiene.

7- Estádio ‘Sílvio Porto’, em Guarabira, encontra-se “aprovado com restrição”, pelo Laudo de Prevenção e Combate a Incêndio e Pânico, emitido pelo Corpo de Bombeiros Militar, “reprovado” pelo Laudo de Segurança emitido pela Polícia Militar e o Laudo de Condições Sanitárias e de Higiene apresentado fora dos parâmetros e devolvido.

8- Estádio ‘Graça’, em João Pessoa, não foram apresentados Laudo de Prevenção e Combate a Incêndio e Pânico, Laudo de Segurança e o Laudo de Condições Sanitárias e de Higiene.

Assessoria/MPPB

Esporte

Tite confirma Fágner e Filipe Luís no jogo contra o México

Publicados

em

O treinador da Seleção Brasileira decidiu manter Fágner na lateral direita e Felipe Luís na lateral esquerda, no jogo desta segunda-feira (2), às 11h, no Estádio de Samara, repetindo a escalação de início da partida contra a Sérvia, vencida pela Seleção Brasileira por 2 a 0, na fase de grupo. Tite anunciou sua decisão após o treino de reconhecimento do gramado do estádio neste domingo (1º).”Tá confirmada a equipe! Será a base da equipe, com a entrada do Filipe Luís”, informou.

Danilo, que já se recuperou da lesão na região do quadril, ficará no banco. Sobre a presença de Marcelo, o treinador disse que conversou com o jogador sobre a sua participação na partida. “Falei com o Marcelo. Numa situação normal, ele jogaria. O que não pode é o técnico colocar um atleta em situação de insegurança num jogo desse. Eu disse a ele como é legal ter um cara que foi para o campo, ele quer participar. Isso mostra sua responsabilidade, seu comprometimento, mas me foi colocado que ele teria 45 ou 60 minutos de tempo de segurança. Não posso num jogo decisivo”, explicou Tite.

A presença de laterais mais defensivos e em melhores condições físicas mostra a preocupação do treinador brasileiro pelas jogadas de lado de campo da equipe mexicana, principalmente pelo lado esquerdo com Lozano, jogador veloz e de muita técnica, responsável pelo gol do México na vitória por 1 a 0 contra a Alemanha, na fase de grupo.

Tite fez também uma análise da participação de Neymar no jogo contra os sérvios “Ele jogou muito, muito bem contra a Sérvia. Ele fez tudo que pedimos taticamente, defendendo lá atrás e procurando o gol, o drible e correndo com a bola”. O treinador definiu que Thiago Silva vai usar a braçadeira de capitão do time na partida contra o México.

O treinador brasileiro deverá escalar a seleçãol com: Allison; Fagner, Miranda, Thiago Silva e Felipe Luís; Casemiro, Paulinho e Philippe Coutinho; Willian, Neymar e Gabriel Jesus.

A partida terá como árbitro central o italiano Gianluca Rocchi, auxiliado pelos compatriotas Elenito Di Liberatore e Mauro Tonolini.

Da Agência Brasil com informações da

Confederação Brasileira de Futebol – CBF

Continue lendo

Esporte

Saiba quais os horários dos jogos do Brasil caso vá à final da Copa do Mundo

Publicados

em

Foto: Lance

Para ganhar o hexa, seleção brasileira precisa vencer mais quatro jogos. Próxima partida será na segunda-feira (2), às 11h, em Samara.

Com a classificação em primeiro lugar no Grupo E, o Brasil enfrenta o México na segunda-feira (2), às 11h, em Samara.

Caso saia vitorioso, a próxima partida da seleção brasileira será na sexta-feira (6), às 15h, em Kazan. Neste jogo, o Brasil enfrentará o vencedor do confronto entre o líder do Grupo G e o segundo colocado do Grupo H, que serão definidos na quinta-feira (28). O R7 fará o tempo real dos jogos.

Já a semifinal está marcada para terça-feira (10), às 15h, em São Petersburgo. Se vencer, o Brasil chega na tão sonhada final, que acontecerá no domingo (15), às 12h, em Moscou.

Folha Vitória

Continue lendo

Esporte

Veja as 9 alternativas possíveis de classificação no grupo E; Brasil, Sérvia e Suíça disputam vaga

Publicados

em

Brasil e Sérvia; Suíça e Costa Rica. O Brasil se classifica se ganhar ou empatar com a Sérvia. Se perder só tem uma chance de não ser eliminado: a Suiça tem que perder da Costa Rica pela mesma diferença de gols da derrota brasileira. Se o Brasil perder por 1 a 0, a Suíça precisa perder por 1 a 0, 2 a 1, 3 a 2.

Veja as nove alternativas possíveis no grupo E:

1. Brasil vence e Suíça vence: classificados Brasil e Suíça, com 7 pontos.

2. Brasil vence e Suíça empata; classificados Brasil com 7 e Suíça com 5 pontos.

3. Brasil vence e Suíça perde; classificados Brasil com 7 e Suíça com 4 pontos. Ou seja: se o Brasil vencer se classifica e também classifica a Suíça.

4. Brasil empata e Suíça vence; classificados Suíça com 7 e Brasil com 5 pontos.

5. Brasil empata e Suíça empata; classificados Brasil e Suíça com 5 pontos.

6. Brasil empata e Suíça perde; classificados Brasil com 5 e Suíça ou Sérvia com 4. Ou seja: Se empatar, o Brasil se classifica enquanto saldo/ataque e vitória da Suíça pelo confronto direto resolve o problema da segunda vaga.

7. Brasil perde e Suíça vence; classificados Suíça e Sérvia.

8. Brasil perde e Suíça empata; classificados Sérvia e Suíça.

9. Brasil perde e Suíça perde; classificados Sérvia e Brasil ou Suíça. Ou seja: Se perder, o Brasil é eliminado a não ser que a Suíça também perca o jogo e ainda fique com demais critérios atrás do Brasil: saldo, ataque, empate no confronto direto, menor número de pontos perdidos nos cartões.

 

Situação atual:

1. Brasil com 4 pontos, 2 gols de saldo e ataque com 3 gols.

2. Suíça com 4 pontos, 1 gol de saldo e ataque com 3 gols.

3. Sérvia com 3 pontos, zero gol de saldo e ataque com 2 gols.

4. Costa Rica com zero ponto e sem qualquer chance de classificação.

 

Agência Brasil

Continue lendo

Mais Lidas