Conecte-se conosco

Brejo/Agreste

Fórum de assentados denuncia que violência migrou da cidade para o campo

Publicados

em

Uma comissão de 20 agricultores ligados ao Fórum dos Assentados dos Municípios de Areia, Pilões, Serraria e Remígio procurou a Superintendência Regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária na Paraíba (Incra/PB), na quarta-feira (4), para denunciar o aumento dos casos de furtos, de roubos e de violência doméstica na zona rural da região do Brejo paraibano. Representando os 12 assentamentos ligados ao Fórum, assentados, acompanhados de lideranças políticas e de representantes do Serviço de Educação Popular (Sedup), entregaram uma carta de reivindicações ao superintendente da autarquia no estado, Rinaldo Maranhão.

O documento foi resultado do seminário “Segurança pública no campo: ameaças e desafios que refletem na agricultura familiar”, realizado no Assentamento Socorro, no município de Areia, em dezembro de 2017, que contou com a participação de agricultores assentados, representantes de movimentos sociais do campo e de entidades e instituições como sindicatos rurais, o Polo Sindical da Borborema, a Delegacia Móvel da Mulher do Estado da Paraíba, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (SEDH), a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).
Uma das representantes do Fórum é a mestre em Pedagogia Conceição Cristina Pereira da Silva, que vive no Assentamento Socorro, em Areia, e se graduou em Pedagogia na Universidade Estadual de Pernambuco (UPE) através do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera). Segundo ela, assim como nas grandes cidades, é grande o clima de insegurança nas áreas rurais da Paraíba.
“Estamos perdendo nossos bens e nossa tranquilidade devido à falta de segurança pública no campo e à falta de efetivação de algumas políticas públicas”, afirmou Cristina da Silva, que também integra o Fórum Estadual de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres do Campo e da Floresta do Estado da Paraíba, criado em 2015.
Um dos principais interesses dos bandidos, conforme os representantes do Fórum, são os motores usados para a irrigação das lavouras.
“A violência da cidade grande está migrando para o campo e vem causando muitos prejuízos aos agricultores familiares. Precisamos buscar, em conjunto com os órgãos da área de segurança, implementar medidas que devolvam a tranquilidade aos nossos agricultores”, afirmou Rinaldo Maranhão.
Para discutir a efetivação de políticas públicas de segurança aplicáveis à zona rural do estado, ficou acordado, durante a reunião na Superintendência do Incra/PB, que a autarquia entrará em contato com a Secretaria da Segurança e da Defesa Social da Paraíba (Seds) para agendar um encontro com a participação de representantes do Incra e da comissão do Fórum dos Assentados dos municípios de Areia, Pilões, Serraria e Remígio.

 

Anúncio


Sem delegacias da mulher no interior
Cristina da Silva destacou ainda que a violência também tem crescido dentro das casas das famílias assentadas na Paraíba. Segundo ela, as agricultoras enfrentam ainda mais dificuldades para denunciar seus agressores, que, em sua maioria, são seus próprios companheiros, devido à cultura do machismo e à inexistência de delegacias de polícia especializadas no atendimento às mulheres na grande maioria dos municípios do interior da Paraíba.
“Temos relatos de mulheres assentadas que foram vítimas de violências domésticas praticadas por seus companheiros e que se sentiram violentadas mais uma vez devido ao péssimo atendimento que receberam nas delegacias não especializadas, que geralmente não atendem de forma adequada as mulheres que sofrem com este tipo de violência”, afirmou Cristina da Silva.
Ela ressaltou que o Fórum dos Assentados dos municípios de Areia, Pilões, Serraria e Remígio já possui uma parceria com a Seds e com a Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana (Semdh) para a promoção de palestras sobre violência doméstica e para a orientação acerca dos procedimentos que devem ser adotados nos casos concretos.
Assessoria

Rate this post
Anúncio


Brejo/Agreste

Representantes do Fórum de Turismo do Brejo avaliam Rota Cultural de 2022

Publicados

em

Foto: cmlagoadedentro.pb.gov.br/ Reprodução

A cidade de Lagoa de Dentro, no Brejo da Paraíba, recebeu os representantes do Fórum de Turismo Sustentável do Brejo Paraibano para uma reunião avaliativa da Rota Cultural “Raízes do Brejo”, ocorrida em 2022, a reunião ocorreu na última quarta-feira, 08 de fevereiro.

O encontro foi guiado pelo presidente do fórum, Jaime Neto, e aconteceu na Câmara Municipal de Lagoa de Dentro.

Anúncio


A Rota Cultural “Raízes do Brejo” é formada pelos municípios de Alagoinha, Belém, Duas Estradas, Lagoa de Dentro, Serra da Raiz, Borborema, Dona Inês, Guarabira, Pirpirituba e Pilõezinhos.

O objetivo principal da reunião foi ouvir os representantes de cada município sobre a participação (etapa) na rota 2022, os pontos positivos, negativos e o que se pode melhorar para 2023.

“É gratificante receber os representantes da cada cidade participante do Raízes do Brejo. Foi uma reunião bastante produtiva e que já nos prepara para edição 2023 da consolidada rota cultural que já é referência em nosso estado e fora dele. É o Brejo Paraibano para o mundo”, destacou o prefeito anfitrião, Zezinho da Rapadura.

O Município de Guarabira se fez representado pelo Ouvidor Geral e Presidente do COMTUR, Douglas Nóbrega. 

Codecom

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Brejo/Agreste

AGORA É LEI! Paraíba ganha Dia do Orgulho Brejeiro

Projeto de autoria do deputado Raniery Paulino, visa estabelecer um marco para a implementação de ações de valorização do povo local, e desenvolvimento da região.

Publicados

em

Foto: Assessoria

O governador João Azevêdo sancionou, nesta terça-feira (8), a Lei que institui o Dia do Orgulho Brejeiro, na Paraíba. Agora, o dia 26 de novembro passa a integrar o calendário comemorativo do Estado. A Lei é de autoria do deputado Raniery Paulino, foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado e já está em vigor.

De acordo com a Lei, a criação da data visa estabelecer um marco para a implementação de ações de valorização do povo local, bem como desenvolver a região.

Anúncio


O deputado Raniery Paulino explicou também que as Secretarias Estaduais de Educação, Desenvolvimento Humano, Cultura, Turismo e Ciência e tecnologia poderão coordenar e implementar ações e firmar parcerias para o desenvolvimento da região.

Eventos, palestras, seminários e atividades pedagógicas devem fazer parte da celebração da data.

Acesso Político

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Brejo/Agreste

Governadora em exercício inspeciona obras da PB-103 e destaca importância da rodovia para o desenvolvimento do Brejo

Publicados

em

Fotos: Alberi Pontes

A governadora em exercício, Lígia Feliciano, esteve na manhã deste sábado (5) no Distrito de Tabuleiro, em Bananeiras, no Brejo paraibano, ocasião em que inspecionou as obras da rodovia estadual PB-103, que está recebendo investimentos do Governo do Estado da ordem de R$ 25 milhões. Ela realizou ainda a entrega de uma cisterna, construída pelo Projeto Cooperar, por meio do programa Paraíba Rural Sustentável, simbolizando as 68 entregues à Comunidade Sítio da Serra, em Dona Inês. 

Ao lado deputado federal eleito Damião Feliciano, e dos prefeitos Matheus Bezerra (Bananeiras) e Antônio Justino (Dona Inês), além de diversas lideranças políticas da região, a governadora em exercício Lígia Feliciano destacou a importância da construção da PB-103 como sendo a “grande mola propulsora” de desenvolvimento do Brejo paraibano. “Essa obra é de muita importância, pois vai alavancar o turismo, vai encurtar distâncias, vai criar condições para a agricultura familiar, pois o produtor agora vai poder escoar o que produz. Era um sonho desta região, que agora se realiza”, disse.

Anúncio


O prefeito de Bananeiras, Matheus Bezerra, também ressaltou a importância da obra e agradeceu os investimentos do Governo do Estado. “Nós estamos muito felizes com essa obra magnífica, que eu tenho a honra de levar o nome do meu avô, Mozart Bezerra. Como disse a governadora em exercício, vai encurtar distância, escoar a produção da agricultura familiar, trazendo desenvolvimento tanto para o comércio de Dona Inês como para Tabuleiro, Bananeiras como um todo, criando as condições para um novo fluxo turístico do Rio Grande do Norte para a região do Brejo, entre outros benefícios. Só temos a agradecer”, comentou.

Por sua vez, o prefeito de Dona Inês, Antônio Justino, também agradeceu os investimentos do Governo do Estado na região. “Para o município de Dona Inês, essa obra significa a redenção, o fim do isolamento. Com essa rodovia, estamos nos integrando com Bananeiras, Solânea, Remígio, com o Rio Grande do Norte. Só temos a agradecer”, ressaltou. 

Segurança hídrica ‐ Na Comunidade de Serra do Sítio, em Dona Inês, a governadora em exercício Lígia Feliciano inaugurou uma cisterna, simbolizando as 68 entregues dentro do Projeto Cooperar, por meio do programa Paraíba Rural Sustentável — livrando a comunidade da falta d’água. 

“Só quem sabe o que significa ter uma cisterna na porta de casa é quem não tem água. E o Governo do Estado tem feito vultosos investimentos em segurança hídrica, a exemplo da construção de adutoras para trazer as águas do São Francisco e da construção de cisternas. É um momento de muita alegria”, comentou Lígia Feliciano.

Após passar grande parte da vida pegando águas em rios ou barreiros, dona Olindrina da Conceição viu chegar ao fim a luta pela água. “Era muito difícil. Agora tudo isso acabou, graças a Deus”, afirmou, expressando sua alegria.

Secom-PB

Rate this post
Anúncio


Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas