Conecte-se conosco

Cidades

Comissão da Mulher da ALPB vai realizar audiência pública para debater casos de feminicídio

Publicados

em

A semana de 14 a 20 de abril terminou com quatro casos de feminicídio na Paraíba. Desde o início do ano, 1.016 inquéritos foram instaurados nas delegacias da mulher para apurar casos de violência, o que representa 11 mulheres vítimas desse tipo de crime por dia no Estado. Devido ao aumento de casos, a Comissão da Mulher da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), presidida pela deputada Camila Toscano (PSDB), vai realizar uma audiência pública para discutir ações que possam ser desenvolvidas para reduzir os casos de violência.

“Em uma semana tivemos quatro mortes de mulheres na Paraíba. O Estado precisa desenvolver ações urgentes de proteção à mulher em parceria com a sociedade, pois esse é um problema de todos nós. Esses casos também mostram que, infelizmente, estamos falhando na educação dos nossos filhos. A violência passou a ser corriqueira e precisamos dar um basta nisso. A audiência pública servirá para discutirmos medidas para evitarmos mais mortes de mulheres”, destacou a deputada Camila.

A parlamentar lamentou os assassinatos das mulheres e defendeu punições mais rígidas para os agressores. “Não podemos mais admitir que mulheres sejam mortas por serem mulheres. Precisamos combater essa prática e podemos iniciar esse combate dentro das nossas casas com a educação dos nossos filhos, mostrando que violência não é tolerada”, disse.

Os casos – No sábado (20) a agricultora Fabiana Ferreira da Silva (30 anos) saiu para beber com o companheiro e outras pessoas em um bar. Os dois brigaram e ele teria atirado na vítima após essa discussão.

Ana Priscila do Rêgo (31 anos) foi morta a facadas na sexta-feira (19) e o seu corpo foi deixado em uma construção abandonada no bairro de Mangabeira. O seu companheiro confessou o crime e disse que só queria assustá-la. Na quinta-feira (18), Tâmara de Oliveira (37 anos) foi morta com três tiros pelo seu companheiro, que cometeu suicídio em seguida.

Na segunda-feira (15), a secretária da Educação de Boa Vista, Dayse Alves (40 anos), foi morta a tiros pelo marido, Aderlon Bezerra de Souza, em um motel de Campina Grande. Após o crime, ele se matou.

Dados – Em janeiro, as 14 delegacias especializadas da mulher na Paraíba registraram, juntas, 403 inquéritos, 313 em fevereiro e 300 em março. Além disso, foram concedidas 385 medidas protetivas, uma diferença de 18 com relação ao número de inquéritos instaurados no mesmo mês. Em fevereiro, foram 337 medidas, nesse caso, 24 a mais em relação aos casos investigados. No mês de março, a Polícia Civil concedeu 411 medidas protetivas, mais de cem, além dos inquéritos instaurados.

Segundo dados do Anuário da Segurança Pública da Paraíba, de 2009 a 2018, um total de 1.083 mulheres foram assassinadas. Em 2018, o número chegou a 84 mortes. Os dados oscilam bastante, mas a maior alta foi no ano de 2011, com 146 mulheres vítimas de crimes violentos e letais. Embora, segundo o Governo da Paraíba, tenha havido uma redução de 29% nos casos desde 2010, os números mostram que não há um controle dos casos. Além disso, o mês de janeiro de 2019 também foi marcado pela violência contra a mulher.

Assessoria

Avalie esta postagem
Apoio

Brejo/Agreste

Pilõezinhos, Pilões, Borborema e Serraria serão interligadas

Publicados

em

A plenária do Orçamento Democrático do Governo da Paraíba, realizada neste sábado (18), em Guarabira, serviu para corrigir e aprofundar uma demanda carregada de expectativas, principalmente depois que o próprio governador João Azevedo anunciou a construção do novo “Anel do Brejo” com a ligação asfáltica entre quatro cidades: Serraria, Borborema, Pilões e Pilõezinhos.

Diante de uma grande plateia, João Azevedo disse como resolverá o problema. Primeiro vai fazer o asfaltamento de Pilões a Borborema, dando acesso obvio até Serraria – a ordem de serviço foi assinada durante a plenária deste sábado. Depois fará a ligação de Pilõezinhos a Pilões, interligando, portanto, as quatro cidades.

O governador foi pragmático: as estradas estão na programação do Departamento de Estradas e Rodagens. Foi uma forma mais econômica e lógica que o Governo encontrou para dotar a região de viabilidade rodoviária.

As dezenas de pessoas de Pilõezinhos que compareceram ao evento comemoraram dizendo: “o importante é fazer a ligação para outro município”.

ManchetePB

Avalie esta postagem
Continue lendo

Cidades

Morre em acidente de moto, gerente da loja Pontes Calçados de Mari

Publicados

em

Foto: Rede Social

Nesta segunda-feira (20), a cidade de Mari, na zona da mata paraibana, amanheceu triste com a notícia de um trágico acidente envolvendo o jovem mariense Arthur Carvalho.

Segundo as informações, o jovem estava retornando para casa na zona rural, na estrada da localidade conhecida como Gendiroba, em direção ao Assentamento Tiradentes. As informações são de que o rapaz teria caído e batido a cabeça após perder o controle de sua motocicleta.

O SAMU foi chamado para prestar os primeiros socorros, chegando a encaminhar o mesmo para o Hospital de Trauma de João Pessoa, porém, no início da tarde, chegou a notícia de que o jovem não resistiu e veio a falecer.

Arthur era bastante conhecido, pois trabalhava há muitos anos como gerente da loja Pontes Calçados. Amigos, familiares e colegas de trabalho se manifestaram consternados nas redes sociais, lamentando a triste e repentina partida do jovem.

O corpo de Arthur está sendo velado em sua residência, na zona rural do município. O enterro deverá ser na cidade de Mamanguape, onde outros familiares já foram sepultados.

Ainda não há informações sobre horário marcado para o velório e sepultamento, já que a família ainda está aguardando a liberação do corpo que só deverá ocorrer nesta terça-feira (21).

Do Portal Umari via Portal 25 Horas

Avalie esta postagem
Continue lendo

Cidades

Avança proposta que prorroga mandatos de vereadores e prefeitos até 2022

Publicados

em

Está avançando silenciosamente na Câmara dos Deputados, a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 376 de autoria do deputado Ernandes Amorim (PR) que prorroga por dois anos os mandatos de vereadores e prefeitos,e alinha todas as eleições em 2022. Pela PEC, em 2022 as eleições escolheriam desde vereador, prefeitos, deputados, governadores, até presidente da República. Relator na Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados, Valtenir Pereira (MDB),emitiu parecer favorável à PEC 376.

Fonte: OSul

Avalie esta postagem
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas