Conecte-se conosco

Cultura

Centro Histórico da cidade de Mari será revitalizado

Fotos: Divulgação

Publicados

em

A prefeitura de Mari, zona da mata paraibana, através da Secretaria de Infraestrutura, Urbanismo e Habitação, sob coordenação da Gerência de Urbanismo iniciou a revitalização do centro histórico do município, que compreende um complexo de imóveis históricos erguidos na fundação da antiga Araçá, no ano de 1883.

A Estação do Trem, encontra-se completamente preservada, lá funciona a Rádio Comunitária Araçá FM, a Casa do Chefe da Estação, e a agora chegou o momento de revigorar a Casa das Máquinas, que encontrava-se abandonada por um longo período.

O prefeito Antônio Gomes determinou a seus auxiliares a revitalização da obra e a construção de uma praça para apresentações culturais no espaço entre o prédio que está sendo recuperado e a Estação Ferroviária.

O gerente de Cultura do Município, Fábio Brito, disse que a recuperação da casa das máquinas se tornará um atrativo cultural no coração da cidade e manterá a sua arquitetura original.

Na manhã desta quinta-feira (25), o gerente de Urbanismo do Município, Magdiel Olinto, com sua equipe, deu início à obra de recuperação do prédio.

Da Assessoria via Portal25Horas

Apoio

Cinema

Morre, aos 64 anos, o ator e diretor Jorge Fernando

Publicados

em

Foto: TV Globo/Adorocinema

Ele comandou novelas como A Próxima Vítima, Chocolate com Pimenta e Guerra dos Sexos.

Diretor de grandes sucessos da televisão como A Próxima Vítima, Guerra dos Sexos, Que Rei Sou Eu?, Vamp, Chocolate com Pimenta, entre outros, Jorge Fernando faleceu na noite do último domingo, dia 27, aos 64 anos.

Vítima de uma parada cardíaca, o ator foi internado no hospital Copa Star, em Copacabana na tarde de domingo após sentir fortes dores. Em nota oficial, o hospital afirmou que a parada cardíaca sofrida por Jorge Fernando se deu por conta de uma dissecção de aorta completa.

Segundo o site G1, o corpo de Jorge Fernando será velado na próxima terça-feira, dia 29, no Cemitério do Caju, na região Central do Rio de Janeiro. Entre as 8 e 10 da manhã, o velório será aberto ao público e, depois desse horário será apenas para amigos e familiares.

Sua carreira na televisão começou em 1978, atuando na série Ciranda, Cirandinha e nos anos seguintes continuou em algumas produções. Ator, escritor, humorista, sua marca ficou por trás das câmeras, como diretor.

Com quase 40 anos de trajetória, Jorge Fernando dirigiu, ao todo, 34 novelas. Após dois anos afastado para se recuperar de um AVC, ele voltou às telinhas com Verão 90, seu último trabalho na TV.

Além disso, o diretor também foi responsável por filmes nacionais como A Guerra dos Rocha, Se eu Fosse Você, Xuxa Gêmeas e Dercy De Verdade – O Filme.

Terra

Continue lendo

Brasil

Centenário de Jackson do Pandeiro é tema de exposição no Congresso

Publicados

em

Exposição aberta ao público no Congresso Nacional apresenta José Gomes Filho, nordestino, negro, conhecido como Jackson do Pandeiro. Nascido em Alagoa Grande, na Paraíba, ele abriu os caminhos para expansão da música brasileira. A mostra Jackson é Pop comemora o centenário do artista. A exposição é um recorte do acervo da exposição do Museu de Arte Popular da Paraíba e ficará no Salão Negro do Congresso Nacional até o dia 3 de novembro.

Agência Senado

Continue lendo

Cultura

Carteira estudantil digital do MEC não garante meia-passagem na PB, diz Procon

Publicados

em

Segundo o Procon Estadual, carteira valerá para meia-entrada em eventos culturais. Para a meia-passagem em transportes, é preciso que o MEC seja credenciado pelo Governo do Estado.

A carteira estudantil digital gratuita, lançada pelo Governo Federal no dia 6 deste mês, não terá validade para garantir a meia-passagem em transportes dentro da Paraíba, segundo a Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor do Estado (Procon-PB). A medida provisória que criou o documento foi publicada no dia 9 deste mês, no Diário Oficial da União. A emissão deve começar em um prazo 90 dias, a partir da publicação.
De acordo com a superintendente do Procon-PB, Késsia Cavalcanti, como a medida altera a lei federal 12.933/2013, o documento digital emitido pelo Ministério da Educação (MEC) poderá ser utilizado para garantir a meia-entrada em espetáculos artístico-culturais e em eventos esportivos.

No entanto, ela explicou que a lei não estabelece diretrizes sobre a meia-passagem em transportes dentro das unidades da federação. Por isso, cabe a cada Estado e aos municípios legislar sobre essa questão.
Segundo a Superintendente, para que o documento possa ter validade no que se refere à meia-passagem, é preciso que o MEC seja credenciado junto ao Governo da Paraíba, por meio de um decreto do governador. Uma vez credenciado, as carteirinhas emitidas pelo Ministério também terão validade nessa questão.
Carteira estudantil digital

A carteirinha poderá ser baixada gratuitamente em um formato de aplicativo, nas lojas Google Play e Apple Store. Os dados serão usados na tela do celular, sem necessidade de impressão. Quando for necessário, um documento físico poderá será emitido em parceria com a Caixa Econômica Federal.

O documento valerá para alunos dos ensinos fundamental, médio e superior. Entretanto, conforme o secretário-executivo do MEC, Antônio Paulo Vogel, o prazo de 90 dias na MP para início da emissão conta apenas para o ensino superior. Nos outros casos, esse período pode ser de até seis meses, devido à demanda.

Apesar da medida, instituições como a União Nacional dos Estudantes (UNE), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), diretórios centrais dos estudantes e a Associação Nacional de Pós-Graduandos poderão continuar emitindo documentos que terão a mesma validade.

Além disso, os estudantes que solicitarem a Carteira de Identificação Estudantil aceitarão que os dados cadastrais e pessoais sejam compartilhados com o MEC, para manutenção do Sistema Educacional Brasileiro e planejamento, execução e avaliação de políticas públicas.

A alteração na lei tem inicialmente uma validade de 120 dias, o estabelecido para uma MP. Para se tornar definitiva, porém, precisa ser aprovada no Congresso Nacional, que poderá propor mudanças. Depois disso, o texto retornará ao Poder Executivo para sanção presidencial.

G1 PB

 

Continue lendo

Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas