Conecte-se conosco

Variedades

Projeto Cultural Live Luz encerra maratona de apresentações com show de Celione David

Publicados

em

Foto: Divulgação/Codecom

Devido a pandemia da Covid-19 que ainda assola o mundo, a Prefeitura de Guarabira decidiu não realizar a tradicional Festa da Luz, afim de evitar aglomerações. No entanto, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, em parceria com a Codecom, iniciou o Projeto “Live Luz”, com a presença de artistas da terra que se apresentaram entre os dias 28 a 30 de janeiro, no Teatro Geraldo Alverga, e com transmissão para a fanpage da Prefeitura.

O Projeto Live Luz contou com o talento dos artistas Isinho Lima, Bruno Soarez, Shyrle Manga, Gilson Maciel, Marcio Cuiabá, Dinarte Alves, Jefferson Victor, Nicodemos Lima, Daniel Robson, Elias Macena, Marinaldo Silva, Roberto Show. A diversidade de estilos e ritmos deu o tom do projeto que atraiu a atenção de milhares de internautas.

De acordo com o secretário da pasta Tarcísio Pereira, o Live Luz partiu da necessidade de nutrir a ausência do clima festivo normalmente existente em Guarabira devido a Festa da Luz, tal como apoiar os artistas que foram contemplados pela Lei Aldir Blanc cedendo o espaço e a estrutura necessários para as apresentações.

Na última segunda-feira (01), o Live Luz realizou uma edição especial no Shopping Cidade Luz, onde prestou um tributo a Genival Lacerda, falecido em janeiro deste ano e que deixou um legado marcado pelo forró popular e irreverente. Os maiores hits da carreira de Genival Lacerda foram interpretados por Amaral, Zé Preto, Jeferson Victor, Nathana e Narlianny, Mago dos Teclados, Loirinha dos Teclados, Shirle Manga, Roberto Show, Maurício Evaristo, Isinho Lima, Dinarte Alves e Marinizio. A noite também contou com a participação especial dos artistas Aduílio Mendes, Gianinni Alencar e Luka Bass.

O encerramento do Live Luz se deu com a apresentação especial da cantora Celione David e Banda, na noite desta terça-feira (02), no largo da capela Mãe Rainha, próximo ao Santuário Memorial de Frei Damião, em meio às comemorações alusivas ao dia de Nossa Senhora da Luz, padroeira de Guarabira. O prefeito Marcus Diogo prestigiou todas as noites de apresentação do Live Luz, juntamente com a primeira dama e secretária de Planejamento Verônica Diogo, o vice-prefeito Wellington Oliveira e sua esposa Jaqueline. O gestor parabenizou o secretário Tarcísio Pereira e o coordenador de Comunicação Cid Cordeiro por tornarem real este projeto que só engrandeceu a cultura do município.

Fonte: guarabira.pb.gov.br

Apoio

Crimes virtuais

Capturado foragido do sistema prisional que teria ameaçado a companheira, na zona sul de JP

Publicados

em

Foto: Ilustração

A Polícia Militar capturou um homem foragido do sistema prisional, que já cumpria pena por assalto, mas estava livre indevidamente desde o fim do ano passado, após a saída temporária de Natal, e de não ter retornado ao presídio. A captura dele aconteceu no fim da manhã desta quinta-feira (04) após ele ter ameaçado a companheira, em João Pessoa.

Segundo os policiais do 5º Batalhão, que fizeram a prisão na zona sul da cidade, o acusado foi preso após a PM receber informações que ele estaria ameaçando a companheira e querendo ver a filha, no bairro João Paulo II. Durante as diligências, os policiais foram informados que o homem, que tem 21 anos de idade, já era foragido do sistema prisional e possuía um mandado de prisão em aberto.

Ele foi localizado e preso na casa de familiares, no bairro Colinas do Sul. O foragido foi apresentado na Central de Flagrantes para os procedimentos cabíveis.

Assessoria/PMPB

Continue lendo

Tecnologia

Brasil é o país com maior número de vítimas de phishing na internet

Levantamento é da empresa de segurança da informação Kaspersky

Publicados

em

Em 2020, o Brasil foi o país mais atingido por tentativas de roubo de dados pessoais ou financeiros de pessoas na internet, prática denominada em inglês de phishing. Com essas informações, golpistas prejudicam a vítima de diversas formas, seja acessando recursos ou enganando pessoas se fazendo passar por ela.

O percentual de usuários brasileiros que tentou abrir pelo menos uma vez links enviados para roubar dados representa 19,9% dos internautas do país. Em segundo lugar no ranking de países vem Portugal (19,7%), seguido da França (17,9%), Tunísia (17,6%), de Camarões (17,3%) e da Venezuela (16,8%).

O levantamento foi feito pela empresa de segurança da informação Kaspersky sobre práticas de phishing e spam no mundo. De acordo com a companhia, entre fevereiro e março do ano passado, o número de ataques cresceu 120% no Brasil.

Os golpes foram aplicados por meio de links em mensagens ou sites falsos, que se passam por empreendimentos conhecidos, como grandes cadeias de varejo online – Amazon e outras.

Os exemplos mais comuns foram golpes em que os criminosos enviaram mensagens se passando por essas lojas e pedindo para a vítima contactar as áreas de comunicação com o cliente ou de suporte, com sistemas para roubar dados dos usuários acionados.

Aplicativos de comunicação, especialmente o Whatsapp, tornaram-se os principais canais para aplicar esses golpes. Usuários receberam mensagens com promessas de prêmios com links que levavam a sites falsos destinados a roubar informações da vítima.

Pandemia

O contexto da pandemia também levou golpistas a enviar falsas pesquisas ou mensagens anunciando prêmios ou ajuda financeira a pequenas e médias empresas.  

No Brasil, as tentativas de golpe envolveram diversos aspectos relacionados à pandemia, como o requerimento do auxílio emergencial do governo federal, o cadastro para receber a vacina e o uso do recém lançado sistema PIX.

“Apesar do alto índice, vale destacar uma queda importante em relação a 2019. Naquele ano, mais de 30% dos brasileiros haviam tentado, ao menos uma vez, abrir um link que levava a uma página de phishing, dez pontos percentuais a mais do que em 2020. Isso mostra que as campanhas e alertas sobre esse tipo de golpe têm deixado as pessoas mais atentas, mas não significa que não precisamos evoluir, pois as estatísticas permanecem muito ruins”, avalia Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky no Brasil.

Outro método empregado pelos golpistas foi a chantagem contra usuários. Esta pode ocorrer com ameaças de liberação de determinados dados ou de uma suposta gravação da vítima com algum comportamento cuja revelação poderia trazer impactos a sua imagem, como assistir vídeos com pornografia.

O relatório registrou casos de chantagem contra empresas também. Os golpistas exigiam pagamentos sob a ameaça de realizar ataques de negação de serviço (DDoS), indicando que teriam informações confidenciais ou estratégicas das empresas.  

Os alvos mais frequentes dos ataques foram as lojas online, com 18,12%. Elas foram seguidas por portais globais de internet (15,9%), bancos (10,7%), redes sociais e blogs (10%) e sistemas de pagamento (8,4%).

Spam

O relatório também analisou a prática de envio de mensagens em massa, conhecida como spam. Em 2020, este tipo de envio representou 50% do tráfego de e-mails. O resultado, no entanto, indica queda de 6.14 pontos percentuais em relação a 2019. No total, foram enviados 183,4 milhões de anexos maliciosos no ano passado.

O país que mais enviou spams foi a Rússia, com 21,27%. Em seguida vêm Estados Unidos (10,47%), Alemanha (10,97%) e China (6,21%). O Brasil foi responsável por 3,26% de ataques do tipo.

Cuidados

Para evitar cair nestes golpes é importante tomar alguns cuidados. O mais importante é evitar clicar em links de mensagens de e-mail, SMS ou redes sociais de pessoas ou organizações desconhecidas.

Caso vá clicar em algum link, é importante conferir o site para onde está sendo direcionado. Caso não tenha certeza de que o site é seguro, o aconselhável é não inserir informações pessoais, especialmente financeiras – número de cartão de crédito, por exemplo.

Agência Brasil

Continue lendo

Variedades

Governo adia para dia 31 reinício de bloqueio e suspensão de benefício

Decisão tem por base efeitos da pandemia

Publicados

em

Portaria publicada pelo Ministério da Cidadania no Diário Oficial da União de hoje (4) suspende a retomada do cronograma de bloqueio de pagamentos e de suspensão de benefícios previstos no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal.

Segundo a portaria, o novo prazo para a retomada do cronograma é 31 de março. A decisão tem por base a situação emergencial pela qual passa o país em decorrência da pandemia.

É por meio do Cadastro Único que o governo identifica quem são e como vivem as famílias de baixa renda no Brasil, de forma a torná-las aptas para participar de programas sociais como Bolsa Família, Tarifa Social de Energia Elétrica e Programa Minha Casa Minha Vida, além de possibilitar isenção de taxas como as cobradas em concursos públicos.

Para se enquadrar nesse grupo, a renda média familiar tem de ser de até metade de um salário mínimo por mês, o que corresponde a R$ 522,50. Para se chegar a essa média basta somar o salário de todas as pessoas da família e dividir pelo número de pessoas que a integram. 

Também se enquadram famílias cuja soma total dos salários seja de até R$ 3.135 (valor que corresponde a três salários mínimos). Também se enquadram nesse grupo pessoas que estejam em situação de rua.

Agência Brasil

Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas