Conecte-se conosco

Variedades

4 filmes para assistir no feriado de Páscoa

Publicados

em

Foto: Divulgação

No dia de Páscoa é sempre a mesma coisa, sempre aquela programação passando na tv ao vivo. Pensando nisso preparamos uma lista de 4 filmes para você assistir durante todo o dia de Páscoa. São filmes que retratam a vida de Jesus e outros de personagens que tiveram uma vida semelhante. Confira a lista logo abaixo e tenha um ótimo feriado de Páscoa:

O Filho de Deus

Vindo de uma pescaria fracassada, Pedro (Darwin Shaw) encontra Jesus Cristo (Diogo Morgado), que o convence a segui-lo. Logo Cristo reunirá 12 apóstolos que têm por missão espalhar seus ideais pela Terra. Entretanto, por mais que pregue o amor ao próximo e a compaixão, sua crescente popularidade desperta a ira de pessoas importantes de Jerusalém, que não desejam que o status quo seja alterado. A traição de um de seus apóstolos, Judas (Joe Wredden), faz com que Cristo seja capturado e levado a julgamento.

Anúncio


Disponível na data de hoje 02/04/2021 no PrimeVideo. (Se estiver lendo esta matéria em outro dia pode ser que o filme não esteja mais no catálogo.

A Paixão de Cristo (Mel Gibson, 2004)

Bastante polêmico na época de seu lançamento, neste violento filme, Mel Gibson optou por mostrar os últimos momentos da vida de Jesus. Assim, como se tornou comum na filmografia do diretor, as cenas são difíceis de assistir, regadas a muito sangue, torturas inimagináveis, além de requintes de crueldade e sadismo. O diferente aqui é que os ensinamentos de Jesus são deixados em segundo plano para retratar de forma estilizada seus sofrimentos. É ainda mais difícil de ver quando percebemos quem foi a pessoa que teve de passar por tudo isso.

Disponível na data de hoje: 02/04/2021 no TeleCine Play (Se estiver lendo esta matéria em outro dia pode ser que o filme não esteja mais no catálogo.

Ben-Hur (William Wyler, 1959)

Começamos por um grande clássico, que é também um dos filmes mais premiados da história do Oscar. Baseado na obra do escritor Lew Wallace, o filme conta a história de Judah Ben-Hur, vivido por Charlton Heston, um príncipe que defende a liberdade do povo judeu contra a tirania romana. Ele acaba sendo traído por seu melhor amigo, que o transforma em um escravo de Roma. Embora não seja propriamente sobre Jesus, a história de Ben-Hur se une à dele quando Cristo o ajuda em seus momentos de maior dificuldade, culminando em um ato de cura durante sua crucificação. Assim, o gigantesco épico acaba representando de forma bastante simples a bondade e os poderes de Jesus por meio de outra história completamente fictícia.

Disponível na data de hoje, 02/04/2021 no OLDFlix ou para alugar na GooglePlay ou na AppleTV. Disponível também no PrimeVideo em versão de série. (Se estiver lendo esta matéria em outro dia pode ser que o filme não esteja mais no catálogo.

A Vida de Brian (Terry Jones, 1974)

Brian nasceu em um estábulo próximo ao qual estava Jesus e acabou recebendo, por engano, a visita dos Três Reis Magos. A engraçadíssima sátira criada por Monty Python faz com que o pobre Brian sofra muitos dos martírios de Jesus sem ser ele, fazendo “milagres” sem querer, se opondo aos romanos em uma espécie de guerrilha rebelde e até conseguindo seu próprio séquito de fiéis seguidores. O filme consegue ser extremamente divertido e, por incrível que pareça, não é ofensivo. Brian assobiando Always Look On The Bright Side of Life na cruz é certamente um dos momentos mais inspirados do grupo.

Disponível na data de hoje, 02/04/2021 na NetFlix. (Se estiver lendo esta matéria em outro dia pode ser que o filme não esteja mais no catálogo.

Fonte: GospelGuide

Rate this post
Anúncio


Cinema

Transformers: O Despertar das Feras, está em cartaz no CINEMAXXI

Publicados

em

Transformers: O Despertar das Feras nos convida a embarcar em uma emocionante e grandiosa aventura que nos leva ao cativante universo dos Transformers. Com uma trama situada nos vibrantes anos 1990, esse filme promete transportar o público para uma jornada épica repleta de ação e reviravoltas surpreendentes. À medida que a narrativa se desenrola, somos imersos em uma trama global que transcende fronteiras, enquanto os Maximals, Predacons e Terrorcons unem forças e se juntam à batalha já icônica entre os Autobots e Decepticons aqui na Terra.

Os protagonistas dessa saga inesquecível são Noah (interpretado brilhantemente por Anthony Ramos), um jovem astuto e carismático originário do Brooklyn, e Elena (magistralmente interpretada por Dominique Fishback), uma pesquisadora de artefatos talentosa e ambiciosa. Ambos são envolvidos de maneira inesperada nesse conflito de proporções monumentais, sendo arrastados para um turbilhão de perigos e desafios emocionantes.

Anúncio


Enquanto isso, Optimus Prime e seu leal grupo de Autobots enfrentam uma ameaça implacável e sinistra chamada Scourge, um novo inimigo cujo objetivo é aniquilar tudo em seu caminho. O destino dos Transformers e o futuro da humanidade estão em jogo, e somente a coragem e determinação dos nossos heróis robóticos poderão garantir a sobrevivência diante desse adversário formidável.

Transformers: O Despertar das Feras representa a sétima parcela da bem-sucedida série de filmes Transformers, destacando-se como uma sequência independente do aclamado Bumblebee (2018) e ao mesmo tempo como uma prequela do filme de estreia da franquia em 2007, intitulado Transformers – O Filme. Além disso, há fortes indícios de que essa obra seja inspirada no spinoff Beast Wars: Transformers, uma adorada série de animação que apresentava robôs capazes de se transformarem em poderosos animais robóticos. Os fãs brasileiros certamente recordam com carinho essa série que reinventou a saga dos Autobots e Decepticons nos anos 1990, trazendo uma abordagem fascinante e cativante para o universo dos Transformers.

Prepare-se para uma experiência cinematográfica sem precedentes, repleta de efeitos visuais impressionantes, sequências de ação eletrizantes e uma trama envolvente que promete cativar tanto os fãs de longa data quanto os espectadores que estão prestes a se aventurar nesse universo pela primeira vez. Transformers: O Despertar das Feras é uma ode à nostalgia, uma ode à inovação e, acima de tudo, uma ode à grandiosidade dos Transformers. Esteja pronto para testemunhar um espetáculo visual e emocional que irá marcar os corações e a imaginação de todos os que embarcarem nessa jornada extraordinária.

Transformers: O Despertar das Feras

Classificação: 12 anos

Garanta já seu ingresso pelo site cinemaxxiradioweb.com.br, ou pelo aplicativo da VelozTicket

Confira a programação e os horários das sessões em cartaz no Cinemaxxi Cidade Luz em Guarabira-PB. CLIQUE AQUI

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Variedades

Qual a origem da celebração de Corpus Christi?

Solenidade de Corpus Christi foi oficializada em 1264 pelo Papa Urbano IV.

Publicados

em

Fotos: Agência Brasil/Reprodução

O dia de Corpus Christi não é feriado na maioria das cidades de Brasil, sendo considerado apenas ponto facultativo pelas prefeituras. Como é o caso de João Pessoa, na Paraíba. Mas, sendo feriado ou não, muitas pessoas aproveitam a folga para viajar ou descansar. Mas você sabe qual a origem e o que é celebrado em Corpus Christi?

Em latim, Corpus Christi significa ‘corpo de Cristo’. A data é celebrada no calendário da Igreja Católica 60 dias após o domingo de Páscoa ou na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade. Para os católicos, a data é considerada o dia no qual Jesus Cristo instituiu o sacramento da eucaristia.

Anúncio


Como surgiu?

A solenidade de Corpus Christi foi oficializada em 1264 pelo Papa Urbano IV, que morreu pouco depois de instituir a festa. A morte do líder religioso prejudicou a popularização da festa na época. Mas o sucessor dele, o Papa Clemente V, foi quem tomou o assunto no concílio geral de Viena, em 1311, e ordenou mais uma vez a adoção da celebração.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Tapetes coloridos

No dia de Corpus Christi são confeccionados os tradicionais tapetes coloridos, geralmente de pó de serra, nas ruas e igrejas. A tradição teve origem em Portugal e foi trazida para o Brasil durante o período de colonização.

Para os católicos, a prática remete à acolhida de Jesus em Jerusalém.

Portal T5


Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Cidades

TCE reafirma prazo de 30 dias para prefeitos justificarem despesas com os festejos juninos

Publicados

em

Foto: Ascom/TCE-PB

O presidente do Tribunal de Contas da Paraíba, conselheiro Nominando Diniz (foto abaixo), reafirmou a concessão do prazo de 30 dias, “contados do último dia do mês da festividade”, a fim de que as Prefeituras apresentem à Corte o quadro de despesas com as festas de junho.

Na abertura da sessão plenária desta quarta-feira (07), ele fez alusão ao Ofício Circular nº 12/2023 expedido, no último dia 29, a todos os prefeitos paraibanos com recomendação neste sentido. Segundo o documento, “a realização de eventos custeados com recursos públicos somente se justifica nas hipóteses de tradição cultural, de incremento de receitas decorrentes de atividade turística, ou de interesse público relevante”.

Anúncio


Desse modo, o TCE recomenda aos prefeitos a apresentação dessas despesas em arquivo no formato de planilha eletrônica (MS – Excel), nos termos da Resolução Normativa 01/2013. Também, que eles demonstrem “a adequação ao cronograma mensal de desembolso, de sorte que não haja comprometimento das demais obrigações financeiras da Edilidade, tais como folha de pagamento, investimento em educação, saúde, assistência social, previdência e fornecedores, dentre outras”.

A providência, segundo o conselheiro Nominando Diniz, “tem por escopo resguardar e proteger a aplicação dos recursos financeiros da sociedade mediante a inarredável observância dos postulados da boa e regular gestão pública”.

Ascom/TCE-PB

Rate this post
Anúncio


Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas