Conecte-se conosco

Saúde

Saúde alerta para o crescimento na ocupação de leitos por Covid

Publicados

em

Foto: ilustração

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) alerta a população para o crescimento na taxa de ocupação de leitos por Covid-19 na Paraíba, especialmente no sertão. Nesta semana, a Central Estadual de Regulação de Leitos registrou alta no número de internações por dia, o que preocupa as autoridades sanitárias do estado. 

De acordo com o secretário executivo da Saúde da Paraíba, Daniel Beltrammi, a semana iniciada no dia 10 de maio apresenta efeitos que estão diretamente relacionados ao abandono dos cuidados necessários ao combate do novo coronavírus, como o uso das medidas não farmacológica: uso de máscara, higiene das mãos e distanciamento entre as pessoas. 

“Esta semana inaugura números médios de internações ao dia próximos dos números médios observados lá no mês de março, pior mês da pandemia na Paraíba. Chegando a ter, como por exemplo no dia 11 de maio, 91 internações em um só dia, no dia 12, 77 internações em um só dia, levando essa média para 76 internações ao dia, que pudemos observar lá no mês de março”, observa. 

Entre os dias 16 e 23 de março, a Paraíba tinha em torno de 600 regulações de leitos Covid-19 por semana. Em abril, esse número caiu pra 425 e agora volta a subir com o estado apresentando 492 regulações na semana de 05 a 11 de maio. O secretário executivo alerta que está chegando em uma estação de chuvas, com temperaturas menores e ambiente mais propício para a disseminação de qualquer vírus respiratório, em especial o novo coronavírus.

“Nós precisamos entender de uma vez por todas que a pandemia em 2021 precisa que nós possamos usar os aprendizados que já conseguimos ter em 2020. Eu uso máscaras, eu não me aglomero, eu só convivo com quem eu moro e com quem eu trabalho com segurança, eu evito sair de casa. Sim, é o momento para isso, não é suficiente um esforço concentrado em duas ou três semanas e depois um relaxamento”, pontua. 

Outro ponto importante é sobre a vacinação. Daniel Beltrammi reforça que a cobertura vacinal precisa ser ampliada e que as pessoas sigam utilizando as proteções, mesmo depois de vacinadas com as duas doses. Ele afirma ainda que a vacina não é motivo para convite a aglomerações. “O vírus não está sob controle no mundo, a situação é extremamente preocupante e nós, como sempre, precisamos fazer a nossa parte”, completa.

Paraiba.pb.gov

Rate this post

Saúde

ÔMICRON: CRM prevê aumento de casos e sugere mais médicos na PB

O CRM-PB recomenda ainda que seja feito um redimensionamento dos leitos existentes e abastecimentos de insumos e equipamentos das unidades de saúde.

Publicados

em

O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) publicou, nesta sexta-feira (3), recomendações para enfrentamento à Covid-19. Com a previsão de aumento de casos da doença, a entidade sugere a contratação de mais médicos e não realização de eventos em locais em que não há possibilidade de avaliação da situação vacinal individual.

“Preservação dos postos de trabalho e/ou contratação de médicos e demais trabalhadores de saúde, antevendo o aumento da transmissibilidade em decorrência da(s) nova(s) cepa(s) e as comemorações festivas com potencial de aglomeração”, diz trecho da recomendação.

O CRM-PB recomenda ainda que seja feito um redimensionamento dos leitos existentes e abastecimentos de insumos e equipamentos das unidades de saúde, sobretudo para o atendimento a pacientes críticos, prevendo, inclusive, o aumento na taxa de ocupação de leitos de enfermarias e unidades de terapia intensiva.

F5 Online

Rate this post
Continue lendo

Saúde

Com 80% da população acima de 18 anos imunizada, Paraíba tem menor ocupação de leitos desde início da pandemia

Publicados

em

Foto: Reprodução

As internações por covid-19 na Paraíba apresentam uma queda expressiva no mês de novembro, quando comparadas aos meses anteriores. Ao todo foram regulados 264 pacientes, sendo 182 enfermaria e 82 UTI, o quantitativo mais baixo desde abril de 2020, quando havia 233 pessoas internadas em todo o estado, das quais 100 estavam em leitos de UTIs. Os dados são do Centro Estadual de Regulação Hospitalar, responsável pelas internações do agravo na rede pública de saúde.

Desde o início do último ano, o cenário da pandemia mudou, sobretudo no estado. A Paraíba chegou a ter 2.365 regulações de pacientes acometidos pelo novo coronavírus, em um único mês. Em março deste ano, 1.151 pacientes estavam internados em enfermarias e 854 ocupavam os leitos de UTI. De acordo com o secretário de Saúde do estado, Geraldo Medeiros, este é um quadro muito diferente da situação atual, na qual os números totais de regulações não representam nem a metade dos casos do período mais crítico.

“Olhando para este panorama, nós temos a certeza de que a vacina, bem como os cuidados preventivos e medidas não farmacológicas surtiram o efeito desejado, com a diminuição dos casos graves do vírus. Este mês de novembro apresenta ainda uma queda de 18% no número de internações em UTI e 11% nas enfermarias, em relação ao mês de outubro, com uma redução geral de 13% nestas internações”, explica o secretário.

Atualmente, a Paraíba possui 80,26% da população com idade a partir de 18 anos vacinada com as duas doses, ou dose única, o que representa 2.423.375 pessoas que já completaram os esquemas vacinais. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) reforça que as medidas reconhecidamente eficazes contra a covid-19 continuam sendo a vacinação em tempo oportuno e as medidas de proteção individual como o uso de máscaras.

Secom-PB

Rate this post
Continue lendo

Saúde

Confira onde se vacinar contra a COVID-19 em Guarabira, neste mês

Nas UBSs a vacinação segue, a partir de 1º de dezembro, uma nova programação estipulada pela Coordenação de Epidemiologia e Imunização.

Publicados

em

Foto: Codecom/PMG

A Prefeitura de Guarabira através da sua Secretaria Municipal de Saúde segue com a Campanha de Vacinação Contra a COVID-19; aplicando a primeira dose para adolescentes 12+ e para adultos 18+. E, ainda, a segunda dose para quem estar concluído o esquema vacinal e a dose de reforço para profissionais de saúde, imunossuprimidos e, atualmente, para adultos 18+. Observando que o período para tomar a DR foi antecipado de 6 para 5 meses, após a aplicação da D2, conforme atualização do Ministério da Saúde.

VACINAÇÃO NA SECRETARIA DE SAÚDE

No auditório da sede da Secretaria a primeira dose da vacina permanece sendo direcionada para adolescentes de 12 a 17 anos e para adultos (remanescentes) de 18 a 59 anos; bem como a dose de reforço para profissionais de saúde. A atividade ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 11h.

VACINAÇÃO NAS UBSs

Nas UBSs a vacinação segue, a partir do dia 1º de dezembro, uma nova programação estipulada pela Coordenação de Epidemiologia e Imunização da SMS, onde estão sendo aplicadas a segunda dose para quem está concluindo o esquema vacinal e a dose de reforço para adultos 18+ e imunossuprimidos. A referida ação nas unidades básicas ocorre das 8h às 14h30, de acordo com o cronograma.

“Esse mês, para as UBSs, fizemos o cronograma por vacina, para evitar desperdício de doses. A Pfizer (reforço de idosos e segunda dose) estará disponível de segunda a sexta, CoronaVac: segunda, quarta e quinta, e AstraZeneca: segunda, terça, quarta e quinta.”, informou a coordenadora de epidemiologia e imunização, Elicácia Cunha.

Confira o novo cronograma de vacinação contra covid-19 nas UBSs:

Codecom

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas