Conecte-se conosco

Saúde

CEDC garante biópsia para toda mulher com lesão suspeita de câncer de mama

Publicados

em

O Centro Especializado de Diagnóstico de Câncer (CEDC), pertencente à Secretaria de Estado da Saúde (SES), atende mulheres com lesões suspeitas de câncer de mama para realização de biópsia, com agendamento direto na unidade. O atendimento é feito de forma espontânea para mulheres dos 223 municípios que apresentem nódulos sólidos. 

“Uma vez identificada a lesão suspeita (classificação birads 4 e 5), por meio da mamografia ou de ultrassonografia, a mulher pode realizar o seu agendamento direto na unidade”, disse a diretora geral do CEDC, Roseane Machado. 

Até o mês de agosto deste ano, a unidade realizou 446 exames. Desses, 111 foram positivos, o que representa 24,88% dos casos investigados. Em 2020, foram 585 exames, sendo 170 com resultado positivo, o que corresponde a 29,05%. Já em 2019, observa-se um maior número de mulheres investigadas, com 737 exames, sendo 168 positivos, 22,79%, dos exames feitos. 

Roseane observa que o índice de positividade maior em 2020, em relação a 2019, possivelmente, tenha relação com a demanda reprimida de mulheres que peregrinam e retardam o tempo em realizar o exame, potencializado pelo efeito pandêmico.

Outras sequelas da pandemia observadas pela direção foi a baixa procura para os exames de mamografia de rastreamento, configurando, consequentemente, a diminuição das biópsias. 

A expectativa é que no próximo mês de outubro, quando ocorre o Outubro Rosa, aumente a procura pelo exame, quando muitas mulheres priorizam realizar o exame durante o evento.

O fluxo – Todo material coletado na biópsia de mama é analisado no próprio Laboratório de Patologia do CEDC. Uma vez confirmado o câncer, a paciente é atendida pela mastologista da unidade, para definir o seguimento dela, e é feito o encaminhamento para a unidade hospitalar onde deverá iniciar seu tratamento com o oncologista clínico.

Alterações nas mamas podem ser encontradas, principalmente, após a realização de dois exames: a mamografia e o ultrassom. A partir das imagens, o radiologista classifica as alterações de acordo com o sistema bi-rads (Breast Image Reporting and Data System), em uma escala de 1 a 6, determinando o estadiamento da doença (forma como o médico determina o avanço da doença no organismo de um paciente). As categorias denominadas de 4 e 5 são lesões suspeitas e altamente suspeitas.

Secom-PB

Rate this post

Saúde

COVID-19: Guarabira segue testando para síndromes gripais nas UBS; veja cronograma

Objetivo é identificar pacientes diagnosticados com Covid-19.

Publicados

em

Por meio da Secretaria de Saúde, a Prefeitura de Guarabira, segue com os intensos serviços de testagem rápida para pessoas com síndromes gripais nas Unidades Básicas de Saúde. Tendo como objetivo identificar pacientes diagnosticados com Covid-19 e recomendar isolamento periódico destes, do restante das pessoas, para evitar a proliferação do vírus e suas novas variantes.

Em razão disto a SMS através da Coordenação de Atenção Básica elaborou um cronograma de testagem por UBS, para melhor atender a população.

Confira o cronograma na íntegra:

Vale destacar que, o teste deve ser feito a partir do terceiro até o sétimo dia de sintomas, para que se tenha um resultado adequado.

Uso de máscaras e higienização das mãos – Em virtude da volta do aumento de casos de covid, a Secretaria Municipal de Saúde de Guarabira recomenda que as pessoas voltem a utilizar máscaras, inclusive em ambientes fechados, e façam a higienização das mãos com álcool em gel, álcool 70º ou com água e sabão.

Codecom

Rate this post
Continue lendo

Saúde

Anvisa autoriza Remdesivir para uso pediátrico contra a covid-19

Medicamento é um antiviral injetável de uso hospitalar.

Publicados

em

Foto: Divulgação/Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta segunda-feira (21) a ampliação do uso do medicamento remdesivir, vendido no Brasil pelo nome comercial Veklury, para tratamento pediátrico contra a covid-19.

Agora, o medicamento poderá ser usado por bebês e crianças a partir de 28 dias e peso igual ou superior a 3 kg, que tenham pneumonia e requerem administração suplementar de oxigênio (oxigênio de baixo ou alto fluxo ou outra ventilação não invasiva no início do tratamento). Crianças pesando 40 kg ou menos, sem necessidade de administração suplementar de oxigênio, mas que apresentam risco aumentado de progredir para covid-19 grave, também poderão fazer o tratamento com o remdesivir.

O produto é um antiviral injetável, de uso hospitalar, produzido no formato de pó para diluição, em frascos de 100 mg, segundo a Anvisa. O antiviral recebeu registro da Anvisa em março de 2021 e, desde então, vem tendo seu uso expandido entre pacientes adultos e adolescentes em casos de covid-19. A substância age impedindo a replicação do coronavírus no organismo, diminuindo o processo de infecção. Cerca de 50 países já autorizam o uso do medicamento.  

Agência Brasil

Rate this post
Continue lendo

Paraíba

Saúde realiza Dia D de vacinação contra Covid-19 no dia 26 de novembro

Publicados

em

Reprodução

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) realiza, no dia 26 de novembro, o Dia D de vacinação contra Covid-19. O intuito é fortalecer a oferta da vacina  principalmente para a população já elegível para a dose de reforço e, com isso, aumentar a cobertura. A ação ocorrerá nos 223 municípios paraibanos.

De acordo com a secretária de Saúde da Paraíba, Renata Nóbrega, com o aumento dos casos de Covid-19, é importante a imunização da população. O dia D é um movimento para incentivar as pessoas a procurarem as unidades de saúde e atualizar o cartão de vacina.

Ela explica que as festas de fim de ano estão chegando e por isso é necessário que a população esteja com o esquema vacinal em dia, incluindo as doses de reforço conforme a idade preconizada. Até o momento, a Paraíba apresenta um total de 1.274.576 indivíduos maiores de 12 anos sem sua dose de reforço e 1.756.625 pessoas maiores de 30 anos sem a 2ª dose de reforço.

“Precisamos que toda a população se conscientize para tomar as doses de reforço necessárias para evitar a hospitalização e os óbitos pelo agravo. Reforçamos que os municípios estão abastecidos com os imunizantes e que a população busque o posto de saúde para atualizar o cartão de vacina com todas as doses disponíveis para a faixa etária”, pontua.

A SES recomenda a livre demanda no acesso da vacina, sem a necessidade de agendamento prévio e passa algumas orientações aos municípios como: comunicação com a população esclarecendo a importância de ter seu esquema vacinal em dia para a Covid-19; organizar o dia D para que seja um momento de mobilização de todos os Agentes Comunitários de Saúde (ACS), realizando chamamento nas casas para a vacinação; disponibilizar pontos de vacinação em locais estratégicos para contemplar a população que mora em lugares de difícil acesso.

Secom-PB

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas