Conecte-se conosco

Cultura

Cangaceiros Culturais invadem Caiçara; confira!

Capitão Quirino e Célia Cangaceira fazem parte do GEPC (Grupo Paraibano de Estudos do Cangaço) e do “Cariri Cangaço”.

Publicados

em

Dentro da programação do “São Pedro das Tradições”, que se deu entre os dias 12 e 16 últimos, ocorreu a participação de um dos mais famosos casais de “Cangaceiros Culturais” do Nordeste, Capitão Quirino e Célia Cangaceira. A dupla faz parte do GEPC (Grupo Paraibano de Estudos do Cangaço) e do “Cariri Cangaço”, entidade que promove nacionalmente pesquisa e divulgação do cangaço.

Eles já se apresentaram em eventos relativos ao cangaço e à cultura nordestina em vários estados do Brasil, com indumentária muito bem preparada remetendo a Lampião e Maria Bonita. Quirino é artesão e toda parte de couro do seu traje é feita pelo mesmo, já Célia é escritora com três livros publicados, dois deles sobre cangaço, além de cordelista, voltada para divulgação da história principalmente das mulheres cangaceiras. Geralmente a dupla circula nos eventos chamando muito a atenção e ficando disponíveis para fotos, também procuram conversar com as pessoas sobre cangaço, e realizam uma emocionante performance musical e teatral.

Anúncio


A vinda da dupla para Caiçara se deu por intermédio do pesquisador e ativista cultural Jocelino Tomaz e teve apoio da secretaria municipal de educação e cultura.

O primeiro momento do casal em Caiçara foi na feira livre no último dia 15, onde dezenas de pessoas ficaram encantadas e fotografaram com eles. Em seguida visitaram o projeto “Grupo Atitude” que desde 2005 promove voluntariamente a leitura e a cultura na cidade, principalmente disponibilizando bibliotecas comunitárias.

No fim da tarde do mesmo dia o casal realizou sua performance musical e teatral em evento onde a administração municipal de Caiçara entregou uma grande quantidade de bens para a rede educacional. Por fim, houve a participação na primeira noite de shows do São Pedro, tirando muitas fotos e realizando, no palco principal sua performance, que arrancou muitos aplausos e provocou emoções. No dia 16 a dupla participou de uma live em programa da rádio comunitária da cidade com o tema “Histórias de Cangaceiros e Curiosidades do Cangaço”.

Para contatos com o casal de Cangaceiros Culturais: (83) 99655-0922.

Brejo.com via ascom

5/5 - (1 vote)
Anúncio


Cultura

Serra da Raiz e mais 11 municípios são inseridos no São João na Rede do governo da Paraíba

Publicados

em

O município de Serra da Raiz e mais 11 estão inseridos no São João na Rede 2024, uma programação especial junina realizada pelo governo da Paraíba para dar mais visibilidade ao potencial turístico através dos festejos juninos com o autêntico forró raiz.

Serra da Raiz realiza um dos maiores festejos juninos do estado com o São João Mais Aconchegante da Paraíba, as festividades por lá começam dia 01 de junho com o forró dos amigos, já no dia 10 recebe a edição do São João na Rede e continua nos dias 21, 22, 23 e 24

Anúncio


O São João na Rede, vão ser mais de 70 horas de forró e mais de 100 artistas em 12 municípios diferentes. O evento vai passar por Marcação (8 de junho), Umbuzeiro (9 de junho), Serra da Raiz (10 de junho), Damião (11 de junho), Puxinanã (12 de junho), Assunção (13 de junho), Mãe D’Água (14 de junho), São José de Princesa (15 de junho), São José de Caiana (16 de junho), Nazarezinho (17 de junho), Poço Dantas (18 de junho) e Brejo dos Santos (19 de junho).

Felipe Silva

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Cultura

Show de Madonna reúne 1,6 milhão de pessoas em Copacabana

Espetáculo teve o maior público da carreira da cantora.

Publicados

em

© Fabio Motta/Prefeitura do Rio

As areias de Copacabana, no Rio de Janeiro, receberam pelo menos 1,6 milhão de pessoas para o show de Madonna. O número foi divulgado pela Riotur, empresa de turismo ligada à prefeitura, e superou em 100 mil a expectativa inicial. O público pode ser considerado o maior de toda a carreira da cantora, que se apresentou no país pela quarta vez. A última foi há 12 anos.

O espetáculo, que encerrou a turnê mundial The Celebration Tour, começou pouco depois das 22h30 do último sábado (4) e teve duração de aproximadamente duas horas.

Anúncio


Duas artistas brasileiras – Anitta e Pabllo Vittar – contracenaram com a norte-americana. Também houve homenagens para Renato Russo, Cazuza, Abdias do Nascimento, Paulo Freire, Pelé, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Marielle Franco, Zumbi dos Palmares, Mano Brown, Erika Hilton, Marta, Cacique Raoni, Maria Bethânia, Daniela Mercury, entre outros.

Balanço policial

A Polícia Militar (PM) informou que apreendeu mais 160 objetos perfurocortantes em diversos pontos de bloqueio e revista em Copacabana. Em uma imagem divulgada pela corporação, é possível ver itens como tesouras, estiletes e facas. Também foram conduzidas 33 pessoas para as delegacias do bairro, suspeitas de infrações criminais.

O esquema de segurança da PM envolveu 3.200 agentes nas ruas, havendo, ainda, o auxílio de câmeras de videomonitoramento e reconhecimento facial.

A Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) informou que montou uma operação especial para o show em Copacabana. Dias antes, na sexta-feira (3), houve uma limpeza nas areias. Durante a apresentação da cantora, foi feita a manutenção do serviço e, na madrugada desse domingo, uma nova limpeza da praia.

Limpeza

“Foram mobilizados 1.518 garis, 65 veículos, 38 equipamentos, 1.500 contêineres, 15 pontos de coleta seletiva e 48 agentes do programa Lixo Zero, além de ter sido feita limpeza em três postos de saúde da região. A Comlurb retirou 287 toneladas de resíduos da praia e as equipes de fiscais do Lixo Zero aplicaram 27 multas por descarte irregular de pequenos resíduos e por publicidade irregular”, informou a Comlurb.

*Matéria alterada às 13h03 para acréscimo de informações.

Agência Brasil

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Cultura

Peça teatral de Guarabira se apresenta em Caruaru-PE

Publicados

em

Com o apoio da Secretaria de Cultura e Turismo, da Prefeitura Municipal de Guarabira, o espetáculo de teatro “Histórias de Lua e Sol”, do ator, autor e diretor Vando Farias, chega ao agreste Pernambucano, na cidade de Caruaru-PE, para participar, como único representante da Paraíba, na programação do festival para o “Abril para o Teatro” daquele município, nesta sexta, dia 19 de Abril de 2024.

A secretaria Municipal de Cultura de Guarabira, sempre atenta à  valorização  do artista e da Companhia do Prato, grupo fundado por Vando Farias e o saudoso Roberto Di Freitas (in memorian), colabora, desde sua primeira peça, “A Batalha da Vírgula contra o Ponto Final”, para a circulação em várias  destas cidades.

Anúncio


“Histórias de Lua e Sol” vai para sua apresentação de número 64, em quase dois anos ininterruptos de criação e circulação. A peça já passou por 14 municípios em 4 estados do Brasil: Paraíba, Pernambuco, Ceará e Distrito Federal, com cerca de 6.500 espectadores tendo visto a peça. 

O premiado espetáculo teve 10 indicações de prêmios em festivais de teatro e angariou seis no total de sua caminhada, como: Melhor Ator e Melhor Cenário, no Festival de Teatro para Crianças de Caruaru-PE, 2022; Melhor Ator Revelação, Melhor Direção e Terceira Melhor peça paraibana de 2023 no Prémio Ednaldo do Egypto, ocorrido em João  Pessoa.

O espetáculo tem atuação, cenário e direção de Vando Farias, com a contraregragem e manipulação de boneco de Jusieux Santos.

Sinopse

A peça “Histórias de Lua e Sol” mergulha na jornada emocional de Augusto, um menino de doze anos que se refugia no papel de Sr. Tick, o Grande Tempo, movido pelo medo de perder a oportunidade de crescer. Num contexto pandêmico, onde a realidade se entrelaça com a fantasia, Augusto (ou Sr. Tick) embarca em uma missão improvável: encolher a Lua para carregá-la consigo numa bolsa.

À medida que a trama se desenrola, Augusto confronta não apenas um dragão físico, mas também seus próprios medos. Seus companheiros de jornada incluem uma girafa amiga, daltônica e com nuances complexas, e um elefante próximo do fim de sua jornada terrena. Juntos, enfrentam desafios que transcendem a realidade, explorando valores como respeito, lealdade e a complexidade das mentiras.

O espetáculo utiliza técnicas de teatro de bonecos, sombras e animação para criar um mundo visualmente envolvente. “Histórias de Lua e Sol” é mais do que uma simples narrativa; é uma exploração poética sobre o valor dos sonhos, a coragem de enfrentar temores profundos e a resiliência que se manifesta nos laços de amizade. Uma experiência que toca o público, instigando reflexões sobre a vida, a morte e os significados que atribuímos aos nossos próprios contos.

Ficha técnica:

Texto, Direção, Cenografia e Atuação: Vando Farias.

Iluminação: Victor Hugo

Figurino: Francisco Jr.

Bonecos: Mestre Cloves e Marcílio Vidal

Sonoplastia: Hegladson Mendonça e Vando Farias

Contra-regras/ atores manipuladores: Alexandro Galdino e Jusieux Santos.

Fotos: Tham Toscano/ Alexandre Marques e Girlene Ferreira.

Com Codecom

Rate this post
Anúncio


Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas