Conecte-se conosco

Política

CTFC pode debater erros nas pesquisas eleitorais

Publicados

em

Roque de Sá/Agência Senado

A Comissão de Transparência, Fiscalização e Controle (CTFC) pode aprovar nesta terça-feira (8) pedido do senador Carlos Portinho (PL-RJ) para ouvir os CEOs dos principais institutos de pesquisas eleitorais para uma audiência pública. Portinho alega que a grande maioria desses institutos, até às vésperas do processo eleitoral de 1º turno, apresentaram cenários políticos muito díspares em relação à votação efetiva do eleitorado. A votação da pauta de requerimentos será logo após a deliberação da comissão acerca das emendas que apresentará ao Orçamento de 2023, que está marcada para as 14h30.

“As eleições no 1º turno mais uma vez mostraram erros nas pesquisas de intenção de voto para além das margens de erro esperadas, com divergências severas entre o que as pesquisas apontavam e o que as urnas demonstraram. E isso não apenas para a presidência da República, mas também para diversos governos estaduais e o Senado. O 1º turno mostrou, como já havia ocorrido em 2018, a dificuldade dos institutos captarem o voto de direita. É preciso saber se tudo não passa de erros graves de metodologia ou se existe algo pior, como a intenção deliberada dos institutos ou seus contratantes, de manipular a opinião dos eleitores”, alega o senador, que é o líder do governo Bolsonaro no Senado.

Anúncio


Para Portinho, o quadro mais grave teria ocorrido com o instituto Ipec, que nas eleições para governador errou, para além da margem de erro, em 26 dos 27 estados. Em alguns casos, disse o senador, a diferença chegou a mais de 10 pontos percentuais. O senador considera isto um quadro grave, pois o Datafolha, por exemplo, teria detectado que 11% dos eleitores admitiram que poderiam votar num candidato apenas por ele liderar as pesquisas.

Para a audiência, Portinho sugere a presença de Marcia Cavallari, CEO do Ipec; Mauro Paulino, diretor do Datafolha; Felipe Nunes, diretor da Quaest; Andrei Roman, CEO da AtlasIntel; Marcelo Tokarski, diretor do FSB; Murilo Hidalgo, diretor da Paraná Pesquisas; Marcelo Souza, diretor da MDA; Erinaldo Patrício, diretor do Instituto Brasmarket; e Antonio Lavareda, diretor do Ipespe. Ele também quer a presença de Dulio Novaes, presidente da Associação Brasileira das Empresas de Pesquisa (ABEP) e do cientista político Paulo Kramer.

Como participar O evento será interativo: os cidadãos podem enviar perguntas e comentários pelo telefone da Ouvidoria do Senado (0800 061 2211) ou pelo Portal e‑Cidadania, que podem ser lidos e respondidos pelos senadores e debatedores ao vivo. O Senado oferece uma declaração de participação, que pode ser usada como hora de atividade complementar em curso universitário, por exemplo. O Portal e‑Cidadania também recebe a opinião dos cidadãos sobre os projetos em tramitação no Senado, além de sugestões para novas leis.

Agência Senado

Rate this post
Anúncio


Política

Raniery Paulino assumirá vaga de Wilson Santiago na Câmara, afirma Hugo Motta

Publicados

em

Fotos: Reprodução

O Republicanos anunciou, nesta segunda-feira (25), que vai fazer um rodízio entre os deputados federais e os suplentes da legenda na Câmara Federal. A primeira mudança acontecerá já em janeiro de 2024, quando o deputado Wilson Santiago se licenciará do mandato para integrar a gestão de João Azevêdo na Secretaria de Representação Institucional do Governo do Estado em Brasília. Em seu lugar, assumirá o primeiro suplente do partido, Raniery Paulino.

A decisão foi apoiada pelo governador João Azevêdo, que destacou a importância da participação de Santiago no seu governo. “Wilson Santiago é um parlamentar experiente e comprometido com os interesses da Paraíba. Ele vai nos ajudar a fortalecer a articulação política em Brasília e a garantir mais recursos e investimentos para o nosso estado”, disse o governador.

Anúncio


O presidente estadual e vice-presidente nacional do Republicanos, Hugo Motta, também elogiou a inclusão de Raniery Paulino no legislativo. “Raniery é um líder respeitado e qualificado, que vai representar bem a Paraíba na Câmara Federal. Ele tem uma visão plural e democrática, que contribui para o desenvolvimento do nosso estado e do país. Estamos cumprindo nossa palavra e abrindo espaço para os suplentes assumirem o mandato, em um gesto de unidade e comprometimento do partido com seu projeto político”, afirmou Motta.

O partido ainda planeja dar oportunidade para o segundo suplente, Pastor Valdir, assumir um mandato no futuro. “Já estamos articulando o momento correto para que Valdir Trindade assuma o mandato. Ele é um pastor respeitado e um defensor dos valores cristãos e da família. Ele também vai somar forças ao nosso partido na Câmara Federal”, disse Motta.

Do Wscom
Em 25/12/2023

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Política

Representando a Assembleia da Paraíba, Camila Toscano participa da Conferência do Clima da ONU

Publicados

em

A deputada estadual Camila Toscano (PSDB) está integrando a comitiva da União Nacional dos Legisladores e Legislativos (Unale), representando a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), na 28ª Conferência do Clima da ONU, a COP 28, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. A Conferência reúne representantes de todos os países-membros da ONU com o objetivo de discutir e organizar estratégias para reduzir os impactos das mudanças climáticas.

“Estamos passando por um momento crítico na luta contra a crise climática e precisamos de ações mais efetivas e de uma união mundial em torno de uma ambição coletiva para transformar a resposta global à crise climática. Estamos aqui representando nossa Assembleia da Paraíba nessas importantes discussões”, destacou Camila.

Anúncio


Além da tradicional agenda de transição energética, descarbonização e justiça climática, a COP-28 vai avaliar o Global Stocktake (GST), uma espécie de monitoramento dos avanços e retrocessos nas emissões de gases do efeito estufa.

A COP28 finaliza a sequência de reuniões e eventos facilitados pela ONU no decorrer do ano para permitir que os países e outras partes interessadas vejam se estão – ou não – progredindo para atingir as metas do Acordo de Paris de 2015. Esse processo multilateral de revisão do progresso dos países é chamado de Global Stocktake.

Portal25horas

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Política

POSSE NA CÂMARA! Raniery diz que usará gravata que foi de Zé Maranhão

Publicados

em

Pronto, preparado e querendo. Com a iminência de assumir o mandato na Câmara dos Deputados, o suplente Raniery Paulino, filiado ao Republicanos, revelou, durante entrevista nesta sexta-feira (1º) sua prontidão e planejamento para a posse, destacando um toque especial: o uso de uma gravata que pertenceu a Zé Maranhão, sua grande referência política.

Raniery, que ficou como primeiro suplente do Republicanos na disputa de 2022 para Câmara, compartilhou sua jornada política, destacando sua migração do MDB para o Republicanos em busca de uma plataforma para suas bandeiras na Câmara Federal. Ele ressaltou a importância do partido, que se consolidou como o maior na Paraíba em termos de representação legislativa.

Anúncio


O suplente enfatizou o compromisso do Republicanos em ouvir e representar todas as regiões do estado, agradecendo especialmente a bancada federal e destacando a receptividade das pautas regionais, com menção especial ao senador Efraim. Raniery demonstrou otimismo em sua futura atuação na Câmara, ressaltando as boas relações com os senadores Veneziano e Daniella.

“De fato, o Republicanos se tornou o maior partido da Paraíba, especialmente quando se trata do legislativo, temos a maior bancada federal, maior bancada estadual, fruto de se ter um olhar também para aqueles que ajudaram no crescimento desse partido”, disse.

E prosseguiu: “Quando fui convidado para me filiar ao Republicanos, eu tive uma história toda no MDB de Zé Maranhão, infelizmente o senador faleceu, e a minha grande referência partidária além do meu pai, Roberto Paulino, era Maranhão, então migrei para o Republicanos naquela mínima chance das minhas bandeiras terem uma voz na Câmara Federal, e naquele convite do deputado Adriano Galdino, por Hugo Motta, foi na perspectiva de elegermos quatro federais e eu estava em busca dessa quarta vaga. De fato eu fui o quarto colocado, mas fizemos um acordo para assumir, então aguardo a licença de Murilo Galdino, do nosso líder Hugo Motta e aguardo a licença de Wilson Santiago, isso aí já dá um ano de mandato para nós estarmos levando as nossas pautas. Então estou pronto, com muita consistência, quero levar as nossas bandeiras, o Republicanos tem sido muito correto com nossos colegas”

Ao ser questionado sobre a preparação para a posse, Raniery revelou que ainda possui paletós guardados da época em que atuava na ALPB, mas ressaltou a escolha simbólica de usar uma gravata recebida como presente da desembargadora Fátima, que pertenceu a Zé Maranhão, seu grande líder e referência.

“Tenho muitos paletós ainda guardados para posse, mas a gravata eu vou usar uma que recebi de presente da desembargadora Fatima, que foi de Zé Maranhão, meu grande líder, minha grande referência”, pontuou.

Essa decisão, além de carregar um significado pessoal, reforça a importância da memória e legado político de Zé Maranhão, falecido recentemente.

Do PB Agora

Em 01 de dezembro de 2023

Rate this post
Anúncio


Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas