Conecte-se conosco

Paraíba

Aposentadoria de 808 policiais vai reduzir efetivo da Polícia Civil enquanto crimes aumentam, afirma Adepdel

Publicados

em

A falta de efetivo para combater os crimes patrimoniais (assaltos, roubos e furtos) foi uma das principais reclamações dos delegados de João Pessoa, Cabedelo, Bayeux e Santa Rita durante reunião ocorrida na Central de Polícia, na tarde desta segunda-feira (21). O encontro foi promovido pela Associação dos Delegados da Polícia Civil – Adepdel para ouvir as dificuldades da categoria com o objetivo de elaborar um plano de reestruturação da PC, que será apresentado ao governador Ricardo Coutinho e aos candidatos que disputarão o Governo do Estado nas eleições deste ano.
“Esse tipo de crime tem aumentado muito na região e a falta de policiais nas delegacias distritais é um obstáculo muito grande para as investigações”, declarou o delegado Steferson Nogueira, presidente da Associação. Outra preocupação apontada pela categoria é que a falta de realização de concurso público deve agravar a situação no próximo ano com o número de aposentadorias que deve ocorrer na corporação.
Steferson considera que a situação já é grave e tende a piorar com a iminente aposentaria de 106 delegados e 808 policiais. ‘Há dez anos não temos concurso público, então a medida em que os policiais vão se aposentando o efetivo vai diminuindo e aí nos deparamos com a seguinte equação: o número de crimes aumentando e o de profissionais para combatê-lo diminuindo. Essa é a nossa realidade hoje”, afirmou.
Mais de 50 delegados participaram do encontro na Central de Polícia. Falaram das dificuldades que enfrentam para exercer a função e deram sugestões que serão avaliadas e incluídas no plano de reestruturação da Polícia Civil. “O que ouvimos aqui é muito semelhante ao que nos relataram os delegados de Campina Grande, Esperança, Guarabira, Solânea, Monteiro e Picuí durante encontro realizado na última quinta-feira. Eles estimam que 36% do efetivo da região deve se aposentar em breve”, lembrou Steferson Nogueira.
A diretoria da Adepdel visita amanhã os delegados de Mamanguape e na quinta-feira os de Alhandra. “Já estivemos em vários municípios da região de Cajazeiras e vamos continuar percorrendo o Estado para ouvir a categoria antes de concluir o plano que entregaremos aos candidatos que pretendem gerir o estado”, concluiu o presidente da Adepdel.
Assessoria

Rate this post
Anúncio


Paraíba

AGORA É LEI! Idosos ganham gratuidade em eventos esportivos na Paraíba

Publicados

em

Foto: Pixabay/ ilustração

O governador da Paraíba sancionou nesta quinta-feira (6) a Lei 13.288/24, de autoria do deputado Delegado Wallber Virgolino, que dá gratuidade nas taxas de inscrição para idosos em eventos esportivos no Estado.

Conforme a lei, pessoas com 60 anos ou mais terão 100% de isenção nas taxas de inscrição para participar de eventos esportivos, conforme disposto na Lei nº 10.741/2003, que trata do Estatuto da Pessoa Idosa.

Anúncio


A medida visa promover a inclusão social e incentivar a prática esportiva entre a população idosa.

Ascom/ALPB

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Paraíba

Segurança: São João de CG começa com tecnologia de videomonitoramento por drones, ‘supercâmera’ e identificação facial

Publicados

em

O São João de Campina Grande começa nesta quarta-feira (29), e a segurança está garantida com o uso de tecnologia de ponta. Para conferir a estrutura montada para o evento, o vice-governador Lucas Ribeiro e a secretária de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Rosália Lucas, estiveram no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) da 2ª Região Integrada de Segurança Pública (Reisp). Na ocasião, o coordenador estadual dos CICC, coronel PM Júlio César de Oliveira, e o gerente de Tecnologia da Informação da Secretaria da Segurança e da Defesa Social da Paraíba (Sesds), Fabiano Vieira, apresentaram detalhes do que será utilizado nos mais de 30 dias de festa no Parque do Povo e região.

“O monitoramento será intensificado com a utilização de 221 câmeras fixas, 18 câmeras PTZ de 360 graus e 36 câmeras de reconhecimento facial. Todas as imagens captadas serão transmitidas em tempo real para o CICC, através de uma rede segura de comunicação, assegurando a tranquilidade e a ordem pública durante os mais de 30 dias de festa”, informou o coordenador estadual dos Centros Integrados de Comando e Controle.

Anúncio


Além disso, duas novas tecnologias serão utilizadas pela primeira vez, na Paraíba, na segurança pública,  conforme explicou Fabiano Vieira. “Durante os festejos, a Sesds adotará uma estratégia inovadora, utilizando seis drones com tecnologia de reconhecimento facial durante as noites de festa no Parque do Povo. Esses drones permitirão o cruzamento de imagens captadas com bancos de dados das forças operativas e da Polícia Penal, transmitindo ao vivo e em alta definição para os CICC.Estaremos também recebendo imagens em altíssima resolução, através de uma supercâmera, instalada no palco principal, capaz de transmitir imagens mesmo com baixa iluminação. Esse equipamento, é bastante utilizado em eventos esportivos internacionais, a exemplo da final do Super Bowl, nos Estados Unidos. Soma-se a isso, as 357 câmeras já instaladas na cidade de Campina Grande, em rodovias e principais vias públicas, cujo monitoramento ocorrerá exclusivamente no CICC”, disse.

A presença policial será intensa em Campina Grande, com 11.345 profissionais de segurança pública. A Polícia Militar atuará na área de eventos do Parque do Povo com até 339 empregos e 501 viaturas por dia, realizando ações nas modalidades a pé, montada, com motocicletas, grupos especializados e pontos fixos de observação. Esses esforços fazem parte de uma operação de segurança mais ampla, que envolve um contingente significativo de servidores e viaturas das forças de segurança, totalizando 33.677 empregos de servidores em todo o estado, com uma média de 1.020 agentes por dia, entre 29 de maio e 30 de junho.

A coordenadora do Centro Integrado de Comando e Controle da 2ª Reisp, tenente-coronel BM Jousilene Sales, confirmou que está tudo pronto para um São João mais seguro. “Estamos totalmente preparados para o início do São João de Campina Grande. Com base na excelente experiência do trabalho realizado no ano passado, onde obtivemos resultados muito positivos, este ano estamos ainda mais capacitados e estruturados. Todo o planejamento foi meticulosamente elaborado, considerando os desafios enfrentados anteriormente e implementando melhorias significativas. As equipes estão treinadas e prontas para desempenhar um papel fundamental no monitoramento e apoio às operações de segurança. A experiência adquirida no ano anterior nos permitiu aprimorar nossos processos, garantindo uma atuação mais eficiente e coordenada”, afirmou.

A operação de segurança envolve um investimento estimado de R$ 6,4 milhões em Campina Grande, destinados a ajuda de custo operacional, diárias, logística de transporte e alimentação. Serão 11.345 empregos de profissionais da segurança pública escalados apenas em Campina Grande e o emprego de 1.925 viaturas. A Polícia Civil terá um papel fundamental com atendimento ao público nas delegacias de plantão, delegacias especializadas e delegacias móveis. Os bombeiros militares contarão com dois postos avançados com viaturas de combate a incêndio e resgate instalados no parque do povo.

O Grupamento Tático Aéreo (GTA) estará disponível para operações policiais e de resgate, com duas aeronaves e capacidade para atendimento aeromédico. O Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN) atuará em parceria com órgãos municipais e outras forças de segurança, disponibilizando servidores, etilômetros, viaturas e equipamentos de apoio.

Ascom

Rate this post
Anúncio


Continue lendo

Paraíba

João Azevêdo prestigia inauguração de fábrica de medicamentos para atender pacientes hemofílicos com presença de Lula

Publicados

em

O governador João Azevêdo prestigiou, nesta quinta-feira (4), em Goiana, próximo à divisa da Paraíba com Pernambuco, a inauguração da primeira unidade fabril de produção nacional do medicamento fator VIII recombinante, no Complexo Industrial da Hemobrás. A solenidade contou com a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, da ministra da Saúde, Nísia Trindade; e da governadora de Pernambuco, Raquel Lyra.

O gestor estadual destacou a importância do fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) e os investimentos do poder público para assegurar a melhoria da qualidade de vida dos brasileiros. “Nós parabenizamos o presidente Lula e a ministra Nísia Trindade por mais uma ação na Saúde, que, além de atender a demanda nacional pelo medicamento, fortalece o nosso potencial na pesquisa, na ciência, cumprindo o papel do estado de salvar vidas e proteger a sociedade”, frisou.

Anúncio


O presidente Luís Inácio Lula da Silva evidenciou a ação do governo federal para melhorar a qualidade de vida da população. “Nós estamos colhendo um fruto que foi plantado em 2005, quando tivemos a ideia de criar a Hemobrás e trazê-la para Goiana, garantindo um tratamento adequado e vida promissora e saudável para quem tem o diagnóstico de hemofilia. Estamos conduzindo o Brasil de volta ao rumo do progresso econômico, sustentável e social e o início da produção do fator VIII recombinante é uma resposta nacional que tem o objetivo de reduzir a dependência de insumos e medicamentos estrangeiros porque temos as demandas da saúde como prioridade”, sustentou.

A ministra da Saúde, Nísia Trindade, afirmou que a fábrica garante autonomia nacional na produção do medicamento. “Essa é uma iniciativa que exige alta tecnologia e essa base de conhecimento servirá para outros produtos. A Hemobrás é um símbolo do avanço da ciência e tecnologia do nosso país e representa mais um compromisso do governo para chegarmos a esse momento, garantindo o bem-estar da população por meio do Sistema Único de Saúde. Essa é uma empresa estratégica de defesa da vida, que só existia em cinco países e passa a funcionar no Brasil”, comentou.

“Eu agradeço ao presidente pela confiança de nos colocar nesse desafio e vamos fazer a Hemobrás funcionar cada vez melhor porque essa é uma empresa pública e nacional. A Hemobrás detém alta tecnologia, estamos aqui com trabalhadores e trabalhadoras prontos para colocar o recombinante nas ruas e estamos prontos para os desafios futuros”, disse a presidenta da Hemobrás, Ana Paula Menezes.

João Pedro Pessoa, diagnosticado com hemofilia, comemorou o investimento que garante o bem-estar a quem precisa do medicamento. “Hoje é um dia muito importante porque essa fábrica vai trazer muitos benefícios não só pra mim, mas para todos os hemofílicos do Brasil. Nós carregamos um pouquinho da Hemobrás em nossos corações e agradeço pelo esforço que me fez ter uma vida normal”, falou.

A nova fábrica abastecerá 100% da demanda do SUS pelo medicamento fator VIII recombinante, eliminando a dependência externa. A capacidade produtiva é de 1,2 bilhão de unidades internacionais de fator VIII por ano, com possibilidade de ampliação futura.

Também estiveram presentes a primeira-dama do Brasil, Janja Lula da Silva; e os ministros Rui Costa (Casa Civil), Silvio Costa Filho (Portos e Aeroportos), Luciana Santos (Ciência e Tecnologia), André de Paula (Pesca e Aquicultura), Alexandre Padilha (Relações Institucionais) e Waldez Góes (Integração e Desenvolvimento Regional). A secretária executiva da Saúde, Renata Nóbrega, e o chefe de Gabinete do Governador, Ronaldo Guerra, também estiveram presentes.

Secom

Rate this post
Anúncio


Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas