Conecte-se conosco

Paraíba

Aposentadoria de 808 policiais vai reduzir efetivo da Polícia Civil enquanto crimes aumentam, afirma Adepdel

Publicados

em

A falta de efetivo para combater os crimes patrimoniais (assaltos, roubos e furtos) foi uma das principais reclamações dos delegados de João Pessoa, Cabedelo, Bayeux e Santa Rita durante reunião ocorrida na Central de Polícia, na tarde desta segunda-feira (21). O encontro foi promovido pela Associação dos Delegados da Polícia Civil – Adepdel para ouvir as dificuldades da categoria com o objetivo de elaborar um plano de reestruturação da PC, que será apresentado ao governador Ricardo Coutinho e aos candidatos que disputarão o Governo do Estado nas eleições deste ano.
“Esse tipo de crime tem aumentado muito na região e a falta de policiais nas delegacias distritais é um obstáculo muito grande para as investigações”, declarou o delegado Steferson Nogueira, presidente da Associação. Outra preocupação apontada pela categoria é que a falta de realização de concurso público deve agravar a situação no próximo ano com o número de aposentadorias que deve ocorrer na corporação.
Steferson considera que a situação já é grave e tende a piorar com a iminente aposentaria de 106 delegados e 808 policiais. ‘Há dez anos não temos concurso público, então a medida em que os policiais vão se aposentando o efetivo vai diminuindo e aí nos deparamos com a seguinte equação: o número de crimes aumentando e o de profissionais para combatê-lo diminuindo. Essa é a nossa realidade hoje”, afirmou.
Mais de 50 delegados participaram do encontro na Central de Polícia. Falaram das dificuldades que enfrentam para exercer a função e deram sugestões que serão avaliadas e incluídas no plano de reestruturação da Polícia Civil. “O que ouvimos aqui é muito semelhante ao que nos relataram os delegados de Campina Grande, Esperança, Guarabira, Solânea, Monteiro e Picuí durante encontro realizado na última quinta-feira. Eles estimam que 36% do efetivo da região deve se aposentar em breve”, lembrou Steferson Nogueira.
A diretoria da Adepdel visita amanhã os delegados de Mamanguape e na quinta-feira os de Alhandra. “Já estivemos em vários municípios da região de Cajazeiras e vamos continuar percorrendo o Estado para ouvir a categoria antes de concluir o plano que entregaremos aos candidatos que pretendem gerir o estado”, concluiu o presidente da Adepdel.
Assessoria

Paraíba

Lei na Paraíba proíbe empresas envolvidas em corrupção de receber incentivos fiscais

Publicados

em

Foto: Divulgação

As empresas que estiverem envolvidas em casos de corrupção de qualquer espécie ou ato de improbidade administrativa por agente público estão proibidas de receber incentivos fiscais do estado da Paraíba. A proibição consta na lei 11.643 que entrou em vigor nesta quarta-feira (12) após ser publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) da Paraíba.

De acordo o norma, de autoria do deputado Eduardo Carneiro (PRTB), “o Poder Público Estadual fica proibido de conceder programas de incentivos fiscais a empresas envolvidas em corrupção de qualquer espécie ou ato de improbidade administrativa por agente público”.

Na justificativa, ainda enquanto projeto de lei, o deputado autor do texto explica que a moralidade, a legalidade e a eficiência devem ser os princípios norteadores da gestão pública e que a concessão de incentivos fiscais a empresas envolvidas em corrupção pelo estado é inadmissível e incongruente com os preceitos democráticos.

“Neste sentido, é indispensável que as empresas beneficiadas por incentivos fiscais possuam reputação ilibada”, explicou o Eduardo Carneiro na justificativa da lei.

A proibição fica suspensa caso as empresas envolvidas em casos de corrupção assinem acordos de leniência. A lei foi sancionada pelo presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, por meio da sanção tácita, quando o governador, chefe do executivo estadual, não se pronuncia pela sanção ou veto da lei aprovada na ALPB.

Fonte: G1 PB

Continue lendo

Paraíba

200 vagas de emprego são disponibilizadas por operadora de telemarketing na Paraíba

Publicados

em

Uma operadora de telemarketing está com seleção para até 200 vagas de emprego para ingresso imediato, em Campina Grande. As oportunidades são destinadas a quem busca o primeiro emprego e tenha concluído o ensino médio ou esteja cursando o ensino superior.

Pelo menos 190 vagas já estão disponíveis, mas a empresa Orbitall poderá contratar até 200 pessoas. As inscrições podem ser feitas pela internet.

As etapas de seleção consistem em inscrição, prova e uma redação online. Os candidatos selecionados dessa etapa ainda serão convocados para uma entrevista presencial para que a seleção seja concluída.

Fonte: G1 PB

Continue lendo

Paraíba

Concurso da prefeitura de Pedra Lavrada na Paraíba tem inscrições abertas

Publicados

em

Foto: Ilustração

Foi divulgado o edital do concurso da prefeitura de Pedra Lavrada, no Cariri paraibano, com 36 vagas de emprego em cargos de todos os níveis de escolaridade. As inscrições já estão abertas e devem ser feitas até 10 de fevereiro, exclusivamente pela internet, no site da organizadora.

De acordo com o edital, os salários variam de R$ 1.039 a R$ 2.523,94. Os cargos com mais vagas são os de condutor de veículo de urgência, que exige ensino médio completo, CNH tipo B e curso de primeiros socorros com habilitação ou Atendimento Pré-Hospitalar (APH); e vigilante, que exige ensino fundamental completo. Ambos os cargos têm quatro vagas.

O cargo com maior salário é o de professor de língua portuguesa, com uma vaga para quem tem o curso de licenciatura plena em letras – português.

Também há vagas para os cargos de agente administrativo, agente comunitário de saúde, assistente social, auxiliar administrativo, auxiliar de serviços gerais, coveiro, enfermeiro, enfermeiro do trabalho, lavadeira, motorista categoria B, motorista categoria D, odontólogo, operador de máquinas, procurador jurídico, psicólogo, psicólogo educacional e técnico em enfermagem.

As taxas de inscrição custam R$ 60 para cargos de nível fundamental, R$ 85 para cargos de níveis médio e técnico e R$ 100 para cargos de nível superior.

As provas escritas do concurso estão previstas para acontecer no dia 10 de março, na cidade de Pedra Lavrada.

Concurso da Prefeitura de Pedra Lavrada

Fonte: G1 PB

Continue lendo
Apoio

Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas