Conecte-se conosco

Variedades

Parabéns, Rita de Cássia Soares por mais um ano!

Rita de Cassia Soares é Professora Licenciada em Letras pela UEPB, Poetisa, terapeuta, Radialista e Atriz.

Fotos: Arquivo Pessoal

Publicados

em

Parabéns Rita de Cássia Soares por mais um ano de vida, nesta sexta-feira, 24 de julho. Rita de Cassia Soares é Professora Licenciada em Letras pela UEPB, Poetisa, terapeuta, Radialista e Atriz.

Rita de Cássia Soares

Escreveu prefácios e orelhas de escritores renomados como Jose Lucas Filho, Geraldo Magela Cantalice, Dr. Luiz Manoel de Freitas e Adriano Trajano. Faz parte da Academia de Letras do Brasil de Santa Catarina. Escreveu prefácios de poetas e escritores paraibanos como Geraldo Magela Cantalice, que foi membro da Academia Paraibana de Letras do Pastor Batista, e Professor Da Universidade Federal de Alagoas, Adriano Trajano.

Tem participação em coletânea e antologia do Caderno de Poesia Pirpiritubense edição especial Projeto Reviver Literarte, Celebra O Nordeste Brasileiro, Mensageiros do Amor, 40 Graus de Versos do Caderno de Poesia Pirpiritubenses e Varzeanos. Foi colonista do brejo.com, escreveu e dirigiu várias peças teatrais como Auto do Natal, Pirpirituba É Aqui, Luiz Salustiano e O Prefeito dos Pobres.

Atualmente é colaboradora do Blog Macayo, um espaço na qual divulga sua obra poética. Rita trabalhou em 3 emissoras de rádio em Guarabira: Rádio Cultura, Rádio Rural e Constelação Fm.

A Poetisa foi homenageada pelos poetas e escritores e jornalistas, Luiz Fernandes, Geraldo Magela Cantalice, Ascendino Leite e Marciano Medeiro Cordelista.

Participou de peças teatrais dirigida pelo poeta Dr. Luiz Manoel de Freitas, Show Musical “Elis Vive”, Projeto Reviver, e ano passado em 2019 sua estréia no palco da Capital na peça “Sarau Poético Amour” que teve na direção Flavinho Gota e na Coordenação Marineuma Rodrigues.

Rita teve Participação na peça teatral “Sarau Poético Amour“.

Na área de saúde, atua como Terapeuta na área de Reflexologia atendendo clientes de Guarabira e João Pessoa.

Todos os familiares e amigos desejam muitos anos de vida! Parabéns pelo seu aniversário!

Rita de Cássia Soares como terapeuta de Reflexologia

Do brejo.com

Brasil

Caixa credita nesta quarta, dia 12, auxílio emergencial para nascidos em julho

Publicados

em

A Caixa credita hoje (12) auxílio emergencial para quase 4 milhões de beneficiários nascidos em julho. São 3,9 milhões de pessoas nascidas em julho que já tinham a programação de receber nesta data. Os demais, 98 mil, são os beneficiários nascidos em julho que tiveram o pedido liberado no início deste mês. Eles tiveram o cadastro reavaliado pela Dataprev após o pedido ter sido negado inicialmente ou o pagamento ter sido suspenso.

Os novos beneficiários recebem os créditos conforme o calendário do Ciclo 1 de acordo com o mês de nascimento.

O auxílio, com parcelas de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), foi criado para reduzir os efeitos da crise econômica causada pela pandemia da covid-19.

A Caixa tem disponibilizado o auxílio em uma poupança digital, acessível pelo aplicativo Caixa Tem. Pelo aplicativo é possível fazer compras online em estabelecimentos autorizados e pagar boletos.

O saque em dinheiro do benefício, em uma agência do banco, é autorizado posteriormente, conforme calendário definido pelo governo, considerando o mês de nascimento do beneficiário. As transferências para outros bancos ou para contas na própria Caixa seguem o mesmo calendário de saque. Nesse caso, os recursos são transferidos automaticamente para as contas indicadas pelo beneficiário.

Ciclo 1

O crédito para os beneficiários nascidos em maio faz parte do Ciclo 1 de pagamentos do auxílio emergencial. Os saques e transferências estarão liberados no dia 13 de agosto.

No ciclo 1, o crédito na poupança social da Caixa está agendado para o período de 22 de julho a 26 de agosto, conforme o mês de nascimento. Os saques e transferências estão sendo feitos de 25 de julho a 17 de setembro.

Calendário de pagamentos – Ciclo 1Crédito em poupança social da Caixa
22 de julho(quarta-feira)24 de julho(sexta-feira)29 de julho(quarta-feira)31 de julho(sexta-feira)5 de agosto(quarta-feira)7 de agosto(sexta-feira)
Nascidos em janeiroNascidos em fevereiroNascidos em marçoNascidos em abrilNascidos em maioNascidos em junho
 
12 de agosto(quarta-feira)14 de agosto(sexta-feira)17 de agosto(segunda-feira)19 de agosto(quarta-feira)21 de agosto(sexta-feira)26 de agosto(quarta-feira)
Nascidos em julhoNascidos em agostoNascidos em setembroNascidos em outubroNascidos em novembroNascidos em dezembro
Fonte: Caixa Econômica Federal
Calendário de saques em dinheiro e transferências – Ciclo 1
25 de julho(sábado)1º de agosto(sábado)8 de agosto(sábado)13 de agosto(quinta-feira)22 de agosto(sábado)
Nascidos em janeiroNascidos em fevereiro e marçoNascidos em abrilNascidos em maioNascidos em junho
 
27 de agosto(quinta-feira)1º de setembro(terça-feira)5 de setembro(sábado)12 de setembro(sábado)17 de setembro(quinta-feira)
Nascidos em julhoNascidos em agostoNascidos em setembroNascidos em outubro e novembroNascidos em dezembro
Fonte: Caixa Econômica Federal via Agência Brasil

Continue lendo

Variedades

Apostas no Brasil: São legais e seguras?

Publicados

em

O Brasil é um dos gigantes latino-americanos em apostas esportivas, este fenômeno se deve basicamente a que o futebol se vive com intensidade, principal aditivo para gerar as condições ideais para desenvolver a atividade.

Atualmente, as apostas esportivas não são percebidas como uma atividade alheia ou distante ao futebol, os brasileiros combinam ambos os entretenimentos para conseguir um pouco de dinheiro e diversão.

Por este motivo abundam as casas de apostas e operadores de jogo na web, a maioria patrocina equipes de futebol brasileiras, inclusive se pôde verificar que 65% são patrocinados por casas de apostas de prestígio.

As regulamentações dos jogos e apostas esportivas no Brasil encontram-se em uma polêmica etapa de transição, os legisladores estão se reunindo constantemente para debater o tema em profundidade e determinar as medidas definitivas que serão tomadas.

O objetivo é estabelecer uma legislação para dar caráter legítimo às apostas online. No entanto, pode-se apostar no Brasil, apesar de ainda não existir uma norma clara que regule o setor dos jogos.

Claro que a segurança será total quando for estabelecida uma normativa específica voltada ao jogo no Brasil. Hoje em dia tudo depende da segurança e sistemas de alta tecnologia que implementam sites de apostas para garantir a privacidade dos dados do usuário.

Existem muitas casas de apostas com tecnologia sofisticada e sistemas de segurança blindados no caso de uma contingência, sequestro de informações ou tentativa de fraude. Mas há outras casas de apostas que não possuem um sistema robusto que bloqueie o acesso a criminosos informáticos na plataforma.

É necessário investigar a fundo sobre a seriedade e honestidade da casa de aposta, revisar as resenhas e opiniões é uma boa alternativa para conhecer seu nível de confiabilidade. Pesquise sobre fornecedores de software e métodos de pagamento disponíveis na plataforma.

Também é importante ter sistemas próprios de segurança como o download de antivírus, firewall e outros programas que impedem a entrada de software malicioso para o computador.

Nos próximos meses se tratará de ordenar e definir a situação legal dos jogos de azar no país, o mais provável é que o corpo de parlamentares decida regular o jogo online no Brasil. As respostas a estas incertezas estarão disponíveis no final do ano.

Jogos online no Brasil

O jogo e as apostas esportivas no Brasil são praticamente instintivos desde a chegada da internet. A cultura futebolística promove há vários anos o crescimento do setor, muitas operadoras de apostas esportivas se encontram ativadas e oferecendo um serviço de qualidade no Brasil, tal como funcionam em outros países.

Só falta que o governo nacional se anime definitivamente a dar o seguinte passo e estabelecer regulações no país. O Brasil conta com uma lei com muitos vazios para este tipo de atividade, daí que se busca regular por completo a indústria de jogos e apostas esportivas virtuais.

Encontram-se atualmente na agenda de discussão os requisitos necessários para a obtenção de licenças e as taxas que o operador terá de pagar ao Estado para poder trabalhar em solo nacional, bem como as condições fiscais que rodeiam a atividade.

Há muitos sinais que em 2020 estarão regulando as apostas esportivas no Brasil, segundo especialistas geram mais de R$ 4 bilhões anuais, apesar da falta de regulamentos. A população no Brasil é superior a 200 milhões de pessoas, tal cifra o converte em um dos mercados mais chamativos da América do Sul e com elevado potencial para o crescimento desta atividade nos próximos anos.

A audiência desportiva brasileira tem uma aproximação inata às apostas graças ao frenesi que desperta o futebol, 70% das apostas esportivas online estão vinculadas a esta disciplina acima de outras como o basquete e as corridas de cavalo, embora ultimamente estejam crescendo exponencialmente.

Este magnífico potencial do mercado brasileiro estimula os legisladores a agilizar a regulação dos sites de apostas esportivas em território brasileiro, tudo aponta para que dentro de pouco tempo a regulamentação dos sites e apostas desportivas será uma realidade em território nacional.

As marcas mais reconhecidas internacionalmente estão esperando que os governantes decidam regular o jogo para investir cifras milionárias no Brasil. O atual senador do Brasil, Flávio Bolsonaro, esteve em Las Vegas, onde encontrou com Sheldon Adelson, magnata dos cassinos, e voltou encantado. Estavam com ele o deputado Hélio Lopes e o presidente da Embratur, Gilson Machado, empresário do setor hoteleiro do Recife.

O Brasil tem tudo o que precisa para criar um mercado de jogos on-line de grande solidez, e a regulação dos jogos de azar pode ser o ingrediente chave para acelerar o crescimento. Está nas mãos dos poderes públicos discutir as leis que governarão o setor e a indústria de jogos.

Muitos inicialmente pensaram que Bolsonaro teria outra atitude em relação ao jogo por ser um governo conservador, no entanto, a economia do Brasil e a motivação dos investidores internacionais são os aditivos para promover uma lei que proporcione maior estabilidade e legalidade ao setor.

Continue lendo

Brasil

Alunos do ensino médio público voltam às aulas presenciais no Amazonas

Publicados

em

Foto: Ilustração

Cerca de 110 mil alunos do ensino médio de 123 escolas da rede pública do Amazonas retornam hoje (10) às aulas presenciais. De acordo com o governo do estado, foram adotadas medidas de prevenção à disseminação do novo coronavírus, como protocolos de distanciamento social, o uso obrigatório e adequado de máscaras de proteção, aferição de temperatura e disponibilização de álcool em gel nas salas e áreas comuns das unidades.

Ao longo da semana, a Secretaria de Educação e Desporto fará a distribuição de duas máscaras de pano para os alunos que estudam um turno e quatro para os que estudam em tempo integral. De acordo com a pasta, também foram reduzidos em 50% o número dos estudantes nas aulas presenciais.

Na entrada das unidades ainda foram instaladas pias para lavagem das mãos com água e sabão e tapetes sanitizantes para higienização de calçados. O governo também orienta os alunos a estarem atentos aos cuidados de higiene no deslocamento de casa à escola e da escola para casa.

Nas salas de aula, as carteiras foram colocadas a uma distância de 1,5m umas das outras e nos refeitórios somente devem ser ocupados os assentos sinalizados nas mesas. O protocolo de distanciamento é obrigatório em todas as dependências da escola, inclusive banheiros. De acordo com o governo estadual, funcionários e voluntários auxiliarão os estudantes em todas as movimentações dentro da escola.

A previsão de retorno presencial para os estudantes do ensino fundamental (anos iniciais e finais) na rede pública do Amazonas é 24 de agosto.

Justiça

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam) chegou a ingressar com ação na Justiça para impedir a volta das aulas presenciais, mas o pedido foi negado pelo Tribunal de Justiça do Amazonas. O Sinteam informou que vai recorrer da decisão.

De acordo com a entidade, as escolas não estão preparadas para receber alunos e trabalhadores com a devida segurança em plena pandemia de covid-19. Em nota, o Sinteam argumenta que há unidades que não têm janelas nas salas de aula, impedindo a circulação do ar, e há turmas que, mesmo divididas por blocos, continuam lotadas com 28 alunos. “Os professores receberam apenas uma máscara. Em alguns locais ainda não chegou termômetro, álcool, nem tapete sanitizante e só há duas pias para atender, em média, 300 estudantes”, informou, entre outras preocupações.

Covid-19 no estado

De acordo com o boletim divulgado ontem (9) pelo governo do estado, foram confirmados mais 522 casos de covid-19 no Amazonas e o total chega 106.950 pessoas que já foram contaminadas pelo novo coronavírus. O boletim aponta ainda que 12.989 pessoas estão sendo acompanhadas atualmente, ou seja, são casos confirmados nos últimos 14 dias, que se encontram internados ou em isolamento domiciliar.

Também foram confirmados mais quatro óbitos pela doença, três ocorridos nas últimas 24 horas e um, mais antigo, que teve confirmação diagnóstica, elevando para 3.359 o total de mortes no estado. Outros 19 óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) estão sendo acompanhados, 18 estão em investigação epidemiológica e um aguardando o resultado laboratorial.

Fonte: Agência Brasil

Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas