Conecte-se conosco

Saúde

Saúde abre Caravana da Rede Cuidar e destaca ação conjunta com o Opera Paraíba

Publicados

em

A Rede Cuidar deu início, nesse domingo (17), a mais uma Caravana. A abertura foi no Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa. A ação irá percorrer, até 30 de julho, 13 municípios paraibanos, atendendo diariamente 50 crianças cardiopatas e 50 crianças com problemas osteoarticulares (doenças relativas aos ossos e articulações). Também serão atendidas, em cada localidade, 20 mulheres que terão acesso à inserção de Dispositivo Intra Uterino (DIU).

A programação será iniciada em Itabaiana, nesta segunda-feira (18), e segue por Mamanguape (19); Guarabira (20); Picuí (21); Queimadas (22); Monteiro (23); Princesa Isabel (24); Itaporanga (25); Cajazeiras (26); Sousa (27); Catolé do Rocha (28); Pombal (29) e termina em Patos, no dia 30. Durante os 13 dias, será feita a busca ativa e o atendimento dos pacientes que se encaixam no perfil de atendimento. A grande novidade deste ano é a combinação do Programa Opera Paraíba com a Caravana da Rede Cuidar.

De acordo com a secretária estadual de Saúde, Renata Nóbrega, “O Opera Paraíba já está participando deste momento de cuidado ofertando as cirurgias de ortopedia pediátrica para os pacientes que foram incluídos na Rede, na caravana do ano passado”. Ela aproveitou a ocasião para agradecer aos voluntários pela importante contribuição nos atendimentos oferecidos pela caravana e falar sobre o aplicativo desenvolvido pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) para investigação de câncer de boca.

“Este momento tem o objetivo de agregar e inserir a população infantil dentro da rede assistencial paraibana. Isso é primordial para garantirmos a assistência em todos as faixas etárias, desde o nascimento até a velhice, conhecendo as necessidades dos paraibanos e construindo uma assistência eficiente para a demanda da nossa população. Lembrando que a Caravana também é o momento em que podemos qualificar as equipes para proporcionar a continuidade do serviço nos demais meses do ano. Registro aqui os agradecimentos, em nome de toda população, à UFPB, que este ano está contribuindo com um aplicativo premiado em vários congressos que vai facilitar a busca pelos pacientes com câncer bucal em todo estado”, enfatizou.

A coordenadora geral da Rede Cuidar, Juliana Soares, evidenciou que mais de 60 profissionais estarão envolvidos nos atendimentos, além do apoio de servidores municipais. “É um momento de aprendizado e de assistência multiprofissional nessa missão de ajudar ao próximo. Com isso, vamos fazer a busca ativa das crianças que não conseguiram chegar na assistência por algum motivo e trabalharemos para atingir a meta de contemplar 20 mulheres em cada localidade para implantação de DIU”, comentou.

A Rede Cuidar Paraíba é um serviço permanente de Telemedicina que conta com um pacote de serviços e tecnologias que envolvem a disponibilização de atendimento especializado remoto e/ou presencial; apoio ao transporte seguro, quando necessário; monitoramento e rastreamento de pacientes. A equipe de especialistas envolvida nas várias linhas de cuidado é formada por cardiologistas pediátricos, ortopedistas, obstetras, enfermeiros, odontólogos, assistentes sociais e psicólogos, entre outros.

Secom-PB

Rate this post

Saúde

Mais de 1 milhão de paraibanos estão com dose de reforço contra a Covid-19 em atraso

Conforme dados da SES, são 1.190.640 pessoas, com idade maior ou igual a 12 anos, que não tomaram o primeiro reforço (3ª dose).

Publicados

em

Foto: Secom/JP

Conforme dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) nesta segunda-feira (1º), 1.190.640 pessoas, com idade maior ou igual a 12 anos, não tomaram o primeiro reforço (3ª dose) contra a Covid-19 na Paraíba.

O órgão reforça a importância da imunização e aponta que no mês de julho foram regulados 217 pacientes para as unidades de referência, além do registro de 92 óbitos e 12.657 casos confirmados.  

Conforme o sistema de notificação, houve um acréscimo no número de óbitos, mas o estado já apresenta uma queda. Dos mais de 12.600 casos confirmados no mês de julho, 12.390 (97,89%) foram leves ou moderados e 267 (2,11%) foram graves. As internações também estão em queda, com 24 pacientes regulados na semana entre 24 e 30 de julho. 

Reforço na vacinação

De acordo com a secretária de Saúde da Paraíba, Renata Nóbrega, a SES programou, de julho a setembro deste ano, três ocasiões para fortalecimento das coberturas vacinais no estado. O primeiro momento aconteceu no sábado (30 de julho), quando 40.139 pessoas tomaram a vacina contra a Covid-19. Ela disse que o número de doses de reforço em atraso ainda é alto e pede que a população atualize o esquema vacinal

“Precisamos que toda a população se conscientize para tomar as doses de reforço necessárias para evitar a hospitalização e os óbitos pelo agravo, especialmente crianças e adolescentes por conta da volta às aulas. Nós teremos mais dois dias de mobilização para a vacinação, sendo o próximo em 20 de agosto. Mas reforçamos que os municípios estão abastecidos com os imunizantes e que a população busque o posto de saúde para atualizar o cartão de vacina com todas as doses disponíveis para a faixa etária”, pontua. 

Portal Correio

 

Rate this post
Continue lendo

Saúde

Secretaria de Saúde investiga caso suspeito de varíola dos macacos em JP

Publicados

em

A Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba (SES-PB) revelou, nesta sexta-feira (29), que investiga um caso suspeito de varíola dos macacos (monkeypox) na capital do estado. Um jovem de 25 anos foi atendido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), apresentando os sintomas característicos da doença, em especial as lesões na pele.

Agora, o homem tem o acompanhamento da Vigilância Epidemiológica de João Pessoa, que o mantém em isolamento, visto que as lesões na pele ajudam na transmissão da doença. Apesar de tudo, o jovem mantém sintomas leves, de acordo com a SES-PB.

A Vigilância Epidemiológica também recolheu testes do paciente, que serão enviados para análises na Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro. Essa é a terceira suspeita de varíola dos macacos no estado paraibano. Anteriormente, segundo a SES-PB, outros dois casos suspeitos foram investigados, mas descartados após os testes.

Nesta última quinta-feira (28), foi confirmado, pelo Ministério da Saúde, que o país possui 978 casos confirmados do vírus no Brasil. Em Minas Gerais, nesta sexta-feira (29), ocorreu uma morte, de um paciente de 41 anos do sexo masculino, infectado pela varíola. A Organização Mundial da Saúde (OMS) já declarou a doença como emergência de preocupação.

MaisPB

Rate this post
Continue lendo

Saúde

Paciente é declarado curado do HIV após receber células-tronco

Paciente apelidado de “Cidade da Esperança” tem 66 anos.

Publicados

em

Um paciente de 66 anos diagnosticado com HIV foi considerado curado após receber transplante com células-tronco para tratar leucemia, afirmaram pesquisadores nesta quarta-feira (27).

Embora o transplante tenha sido planejado para o tratamento de câncer no sangue do indivíduo apelidado de “Cidade da Esperança”, os médicos também buscaram um doador que fosse resistente ao vírus que causa a Aids, um mecanismo que funcionou primeiramente na cura do chamado “Paciente de Berlim”, Timothy Ray Brown, em 2007. 

O paciente mais recente é o quarto a ser curado dessa maneira. O apelido “Cidade da Esperança” foi dado por conta da instituição norte-americana em Duarte, na Califórnia, onde estava sendo atendido, e porque ele não quis ser identificado.

Além de ser o mais velho a receber o tratamento até agora, o paciente tinha HIV há mais tempo, tendo sido diagnosticado em 1988 com o que descreveu como uma “sentença de morte”, que matou muitos de seus amigos.

O paciente faz a terapia antirretroviral para controlar sua condição por mais de 30 anos. 

Os médicos que apresentaram os dados antes do encontro da Sociedade Internacional da Aids de 2022 disseram que o caso abre um potencial para o acesso dos pacientes mais velhos a tratamentos contra o HIV e câncer sanguíneo, especialmente já que o doador de células-tronco não era um membro de sua família.

Da Agência Brasil com informações da Reuters

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas