Conecte-se conosco

Cidades

Proerd do 4º BPM forma mais de 4,5 mil alunos no primeiro semestre

Publicados

em

O Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência) do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) formou, no primeiro semestre deste ano, um total de 4.506 alunos, sendo 3.924 do ensino infantil e séries iniciais e 582 do 5º ano. As formaturas foram realizadas nas cidades de Alagoa Grande, Pilões, Pilõezinhos e Guarabira, restando apenas Araçagi realizar a solenidade, o que deve acontecer até o final deste mês.

O Proerd é um programa educativo desenvolvido e aplicado pela Polícia Militar, com a finalidade de promover a integração entre a polícia, a escola e a família, para juntos enfrentarem a problemática das drogas e da violência. Os alunos que participam do programa são da educação infantil até o 5º ano e estudam em escolas da rede pública e particular de ensino.

proerd3

Durante o curso, os instrutores, todos policiais militares, passam às crianças e adolescentes informações sobre as drogas ilícitas e as suas consequências. Para o comandante do 4º BPM, major Gilberto, o Proerd é uma importante forma de prevenção e, com o programa, as crianças são educadas para dizer não às drogas, em defesa da vida, das famílias e do próximo.

O Proerd tem como modelo o Dare (Drug Abuse Resistance Education), desenvolvido junto ao Departamento de Polícia da cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos, em 1983. No Estado da Paraíba, foi implantado pela Polícia Militar no ano de 2000 e já formou milhares de alunos.⁠⁠⁠⁠

proerd4

Assessoria/4º BPM

Cidades

Pastores do COMEB reúnem-se para falar sobre as eleições

Publicados

em

Foto: Divulgação

Nesta manhã de quarta-feira, 19 de setembro, os pastores integrantes do COMEB, se reuniram na Padaria Cristal para falarem sobre o processo político que a cidade e o país passam neste momento. Estiveram presentes o pastor Waldson da Igreja Betel, pastor Iranaldo do Verbo da Vida, pastor Alexandre da Igreja Sara Nossa Terra, pastor Waldir da Igreja Batista, pastor Josenildo da igreja Assembléia de Deus, pastor João de Deus da IDMP – Igreja de Deus Missionária Pentecostal.

Continue lendo

Cidades

Policiais do 4º BPM participam do Projeto “Violência não: combate à indisciplina escolar” em Alagoa Grande

Publicados

em

Foto: Divulgação/4BPM

O comandante da 2ª Companhia do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar), capitão Jones, ministrou, na última quinta-feira (13), uma palestra para alunos da Escola Municipal do Ensino Infantil e Fundamental Cândido Regis de Brito, localizada no Distrito de Zumbi, em Alagoa Grande.

A palestra faz parte da segunda etapa do projeto “Violência não: combate à indisciplina escolar”, ao qual a Polícia Militar se integrou. O projeto foi lançado no mês de agosto e também conta com as participações de professores e representantes do Conselho Tutelar, Ministério Público e Polícia Civil.

Os policiais da 2ª Companhia estão participando de uma rede de palestras, onde já foram abordados temas como o serviço do policial militar e a responsabilidade dos pais para com os filhos.

Fonte: Portal Midia

Continue lendo

Cidades

Mais de 4 mil eleitores solicitam pedido de transferência do local de votação, na PB

Publicados

em

Foto: Reprodução/EPTV

Mais de 4 mil eleitores pediram transferência temporária do local de votação, na Paraíba. Desse total, 1,7 mil eleitores paraibanos solicitaram o pedido para votar em trânsito nas Eleições 2018, de acordo com os dados do Cadastro Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB)

Essa modalidade inclui as pessoas que vão votar em trânsito (1.740), os presos provisórios e adolescentes internos (204), que votarão nas seções colocadas nos estabelecimentos prisionais e de internação, os militares e os demais agentes de segurança (2.076) que estarão em serviço no dia das Eleições 2018, totalizando 4.020 eleitores.

As estatísticas apontam ainda que João Pessoa e Campina Grande foram os municípios que apresentaram o maior número de requerimentos para o voto em trânsito, sendo 1.215 e 353, respectivamente.

O TRE lembra que o voto em trânsito é destinado às pessoas que estarão fora do domicílio eleitoral nas datas das eleições. Ele não é permitido em urnas instaladas em outros países. Entretanto, eleitores com título eleitoral cadastrado no exterior, e que estiverem em trânsito no território brasileiro, poderão votar na eleição para presidente.

Caso o eleitor habilitado para votar em trânsito não compareça à seção, ele deverá justificar sua ausência, inclusive se estiver em seu domicílio eleitoral de origem no dia da eleição. A justificativa de ausência nos dias de votação não poderá ser feita no município por ele indicado para o exercício do voto.

Fonte: G1 PB

Continue lendo
Apoio

Mais Lidas