Conecte-se conosco

Brejo/Agreste

Sebrae Paraíba incentiva produção de mel na região do Brejo

Publicados

em

Desde o mel tradicional, utilizado para adoçar comidas e bebidas, até a linha fitoterápica, com xaropes acrescidos de mel e própolis, agrião, romã ou gengibre.

Tudo isso é produzido em Pirpirituba, Brejo paraibano, por uma associação composta por 22 apicultores e que, desde a fundação, em 1996, é apoiada pelo Sebrae Paraíba.

Agora, o apoio virá em forma de consultoria para obter a certificação junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para aumentar a produção e vender os produtos em supermercados e farmácias do estado.

De acordo com o presidente da Associação de Apicultores e Meliponicultores de Pirpirituba, Renaud Lucena, o apoio do Sebrae Paraíba tem sido fundamental para o desenvolvimento do segmento na região.

“Sempre que precisamos, o Sebrae apoia, seja com exposição de produtos, capacitações ou consultorias. Agora, nosso suporte será com a parte burocrática da certificação junto ao Mapa, já que nossos produtos já são feitos dentro das exigências dos órgãos de fiscalização e controle”, explicou.

Atualmente, os apicultores da associação conseguem produzir cerca de meia tonelada de mel por mês. A expectativa para o próximo ano é de aumentar para três toneladas, o que será possível após a certificação.

“Assim, poderemos entrar em farmácias e supermercados. Nossa linha de produtos é composta por 22 itens, incluindo mel em garrafas e bisnagas de diversos tamanhos e xaropes fitoterápicos. Tínhamos esse desejo de fracionar e agregar valor aos produtos para aumentar a margem de lucro dos produtores”, afirmou o presidente da associação.

A associação, que já participou de outras edições da Expofeira Paraíba Agronegócios, vai expor nesta edição também.

“Estamos otimistas, apesar de saber que a situação atual do país e financeira das pessoas não está tão boa. Ficaremos satisfeitos se tivermos a mesma margem de lucro do ano passado, embora a intenção vá além da comercialização. A expofeira é uma boa oportunidade para divulgarmos a nossa marca”, frisou.

A 51ª edição da Expofeira Paraíba Agronegócios será aberta neste domingo (16), às 16h, no Parque de Exposições Henrique Vieira de Melo, no bairro do Cristo Redentor, em João Pessoa.

A Expofeira é realizada pelo Sebrae Paraíba em parceria com o Sistema Faepa/Senar, Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba e a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap).

Durante o evento, o Sebrae terá o Salão do Agronegócio, espaço onde serão realizadas palestras, oficinas e consultorias aos produtores do segmento do agro.

 

Fonte: Paraiba Online

Brejo/Agreste

Bananeiras e Solânea entram em colapso no abastecimento de água e contas serão suspensas

Publicados

em

Foto: Reprodução

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) comunica aos clientes de Solânea e Bananeiras que essa será a última semana de abastecimento de água nas cidades, em virtude do esvaziamento da barragem de Canafístula.

O manancial está com apenas 2,16% de sua capacidade, de acordo com o registro feito pela Aesa, no dia 03/09/2021. Diante desse cenário, a empresa informa, mais uma vez, o colapso do abastecimento dessas cidades a partir do mês de setembro de 2021.

Comunica ainda que o faturamento será suspenso a partir deste mês de setembro.

Por fim, a companhia está buscando alternativas de apoiar às prefeituras no enfrentamento à crise, como perfuração de poços, doação de reservatórios e distribuição de água por meio de carros pipas.

Blog do Felipe Silva

Continue lendo

Brejo/Agreste

Ex-gestora do FMS de Alagoa Grande, citada em denúncia do MPPB emite Nota Pública

Confira a NOTA PÚBLICA na íntegra

Publicados

em

Nesta segunda-feira (06), foi publicado nas redes sociais uma NOTA PÚBLICA assinada em nome da ex-gestora do Fundo Municipal de Saúde de Alagoa Grande, Emanuelle da Costa Chaves Trindade, citada em denúncia do Ministério Público de Alagoa Grande na operação Papel Timbrado.

De acordo com o MPPB, a Operação Papel Timbrado foi deflagrada em 2014 com o objetivo de desmantelar organização criminosa composta, notadamente, por empresários (com apoio de auxiliares técnicos [engenheiros e contadores], colaboradores e “laranjas”) e operadores que haviam criado (e vinham se utilizando) empresas “fantasmas” e “de fachada” para fraudar licitações públicas e desviar os recursos delas provenientes.

Confira abaixo a NOTA na íntegra.

Da redação Brejo.com

Continue lendo

Brejo/Agreste

Guarabira poderá ganhar empresa que oferecerá 350 vagas de empregos

Publicados

em

O secretário Chefe do Governo do Estado da Paraíba, Roberto Paulino recebeu, em audiência no Palácio da Redenção na quinta-feira (2), o diretor da Empresa Atacadão Almirante, Edeilson Silva. O empresário, segundo Paulino, pretende instalar um centro de distribuição na cidade de Guarabira e oferecer 350 empregos diretos.

O diretor da empresa, segundo o secretário, solicitou ocupar o prédio onde estava instalada a Fábrica da Alpargatas, próximo ao Parque do Poeta, na saída de Guarabira para Pirpirituba. O empresário procurou Roberto Paulino para ele fizesse a intermediação da pauta com o governador João Azevêdo.

Depois do encontro, Paulino disse que vai levar o assunto ao governador, discutir a questão com os diretores da Cinep (Companhia de Desenvolvimento da Paraíba) e tentar viabilizar a concessão do prédio onde funcionava a Alpargatas em Guarabira.

O secretário Chefe do Governo revelou ainda já ter discutido o assunto com o deputado estadual Raniery Paulino, que se mostrou muito interessado em levar a pauta ao governador João Azevêdo, sobretudo por se tratar de empreendimento gerador de empregos para a Rainha do Brejo paraibano.

Nas décadas de 80/90, Roberto Paulino, através do governador José Maranhão, foi quem viabilizou a instalação da Alpargatas em Guarabira. Como a fábrica deixou de funcionar na cidade, houve um grande prejuízo em termos de emprego e renda.

Em resposta ao contato feito pela editoria de Fato a Fato, o secretário Chefe do Governo do Estado da Paraíba afirmou que “o momento é de dá as mãos, somar esforços e lutar pela vinda dessa empresa (Atacadão Almirante) para Guarabira. Roberto Paulino disse acreditar na sensibilidade do governador a respeito do assunto.

Do FatoaFato

Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas