Conecte-se conosco

Paraíba

Governo da PB distribui cestas básicas para 43 comunidades vulneváreis

A ação distribuiu cestas para comunidades quilombolas, indígenas e povos de terreiros

Publicados

em

Mais de 4 mil cestas básicas e 400 kits de higiene começaram a chegar em 43 comunidades quilombolas, indígenas e povos de terreiros dentro do calendário de entrega elaborado pelo Governo do Estado para 49 cidades, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano e Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana, como medidas sociais adotadas durante o isolamento social provocado pela pandemia do novo coronavírus. A entrega conta com o apoio da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Empaer.

As equipes da Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana começaram a rota da entrega para comunidades quilombolas na região do Sertão desde a semana passada e concluíram nesta sexta-feira (17) na região do Cariri. No município de São João do Rio do Tigre, por exemplo, aproximadamente 77 famílias foram beneficiadas com a entrega das cestas, que chegaram, nessa quinta-feira (16), na Associação Quilombola Rural de Cacimba Nova. No total, mais de 4 mil famílias estão sendo beneficiadas.

“Todas as articulações das entregas das cestas são feitas pela nossa gerência de Igualdade Racial junto com as organizações da sociedade civil que prestam assessorias aos quilombos ou com as lideranças responsáveis dos próprios quilombos, que ficam responsáveis pelos repasses para as famílias em situação de maior vulnerabilidade”, explica a secretária da Mulher e da Diversidade Humana, Lídia Moura.

Segundo ela, os sete ranchos ciganos estão recebendo as cestas por meio das equipes da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano e Ministério Público Federal, beneficiando mais de 300 famílias. Os povos indígenas de 33 aldeias localizadas em Baía da Traição, Rio Tinto, Marcação, Conde também foram atendidos. “Os caciques chefes das aldeias estão priorizando a entrega para as famílias identificadas pelas próprias lideranças”, disse Lídia Moura. Cinco federações de povos de terreiros e de matriz africana de João Pessoa, Campina Grande e Patos também receberam os alimentos e kits de higiene.  

“As medidas emergenciais adotadas pelo governador João Azevêdo estão chegando nas comunidades mais vulneráveis a partir de uma triagem das áreas com maior risco de insegurança alimentar. É um momento de olharmos com atenção e rapidez para atendermos as pessoas que estão em situação de vulnerabilidade, seguindo as orientações do mapeamento que foi elaborado com informações das próprios movimentos e lideranças envolvidas”, afirma a secretária Lídia Moura.

O governador João Azevêdo destinou R$ 4,3 milhões para a aquisição emergencial de 52 mil cestas básicas, que serão distribuídas com as famílias cadastradas no Programa Cartão Alimentação, e a aquisição de cinco mil kits de higiene, destinados às pessoas em situação de vulnerabilidade social. As ações, incluindo medidas econômicas, representam um impacto R$ 145,5 milhões nos cofres do Estado.

Lista das comunidades beneficiadas:

SANTA LUZIA – Serra do Talhado / Quilombo Urbano do Bairro São José e São Sebastião

VÁRZEA – Pitombeira

CACIMBAS – Serra Feia,  Aracati, Chã I e II

LIVRAMENTO – Areia de Verão, Sussuarana, Vila Teimosa

TAVARES – Domingos Ferreira

SÃO JOSÉ DE PRINCESA – Sítio Livramento

MANAÍRA – Fonseca

SERRA BRANCA – Quilombo Cantinho

SÃO JOÃO DO TIGRE – Cacimba Nova

NOVA PALMEIRA/ Picuí – Serra do Abreu

BOA VISTA – Santa Rosa

COREMAS – Santa Tereza, Mãe D’água, Comunidade Negra de Barreiras

DIAMANTE – Barra de Oitis, Sítio Vaca Morta

SÃO BENTO – Contendas, Terra Nova 

CAJAZEIRINHAS- Vinhas, Umburaninha

CATOLE DO ROCHA – Lagoa Rasa, Curralinho/Jatobá, São Pedro dos Miguéis 

POMBAL – Daniel, Rufinos do Sítio São João, Barbosas

GURINHÉM | MOGEIRO – Matão

AREIA – Engenho do Bonfim

INGÁ | SERRA REDONDA – Engenho Mundo Novo, Pedra D’água

ALAGOA GRANDE – Caiana dos Crioulos

RIACHÃO DO BACAMARTE – Grilo

SERRA REDONDA – Sítio Matias

DONA INÊS – Cruz da Menina

CONDE – Mituaçu, Gurugi, Ipiranga

JOÃO PESSOA – Paratibe

Secom-PB

Cidades

Nesta quinta: Paraíba confirma 46 mortes e 3.911 novos casos de Covid-19

Total de mortos em todo o estado ultrapassa 8 mil

Publicados

em

A Paraíba registrou, nesta quinta (10), 3.911 casos de Covid-19. Também foram confirmados 46 novos óbitos desde a última atualização, sendo 14 ocorridos nas últimas 24h. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde ao ClickPB desde a última atualização, 91 (2,3%) são casos de pacientes hospitalizados e 3.820 (97,7%) são leves.

Devido à instabilidade no sistema e-SUS Notifica nos últimos dias, houve um acúmulo no registro de casos.  Agora, a Paraíba totaliza 352.264 casos confirmados da doença, que estão distribuídos por todos os 223 municípios. Até o momento, 965.517 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizado

Os óbitos confirmados neste boletim aconteceram entre os dias 16 de março e 10 de junho de 2021, sendo 02 em hospitais privados, um em residência e os demais em hospitais públicos. Com isso, o estado totaliza 8.003 mortes. O boletim registra ainda um total de 235.329 pacientes recuperados da doença.

Concentração de casos

Cinco municípios concentram 1.615 novos casos, o que corresponde a 41,29% dos casos registrados nesta quinta. São eles: João Pessoa, com 669 novos casos, totalizando 90.818; Campina Grande, com 607 novos casos, totalizando 31.725; Guarabira, com 136 novos casos, totalizando 8.405; Patos, com 115 novos casos, totalizando 11.884; Cajazeiras, com 88 novos casos, totalizando 8.238.

* Dados oficiais preliminares (fonte: e-sus VE, Sivep Gripe e SIM) extraídos às 10h do dia 10/06/2021, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

Óbitos

Até esta quinta, 219 cidades paraibanas registraram óbitos por Covid-19. Os 46 óbitos confirmados neste boletim ocorreram entre residentes dos municípios de Arara (1); Areia (1); Areial (1); Barra de Santa Rosa (1); Barra de Santana (1); Belém (1); Boqueirão (2); Campina Grande (8); Catolé do Rocha (1); Desterro (1); Esperança (2); Frei Martinho (1); Guarabira (2); João Pessoa (8); Lagoa Seca (1); Lucena (1); Mãe d’Água (1); Maturéia (1); Patos (4); Queimadas (1); Santa Inês (1); Santa Rita (1); São João do Rio do Peixe (1); São José de Caiana (1); Sapé (1) e Triunfo (1).

As vítimas são 29 homens e 17 mulheres, com idades entre 24 e 97 anos. Cardiopatia foi a comorbidade mais frequente e 14 não tinham comorbidades.

Ocupação de leitos Covid-19

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 76%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 73%. Em Campina Grande estão ocupados 78% dos leitos de UTI adulto e no sertão 93% dos leitos de UTI para adultos. De acordo com o Centro estadual de regulação hospitalar, 91 pacientes foram internados nas ultimas 24h. Ao todo, 977 pacientes estão internados nas unidades de referência.

Cobertura Vacinal

Foi registrado no sistema de informação SI-PNI a aplicação de 1.403.353 doses. Até o momento, 943.932 pessoas foram vacinadas com a primeira dose e 459.421 com a segunda dose da vacina. A Paraíba já distribuiu um total de 1.849.448 doses de vacina aos municípios. As informações a respeito da distribuição de doses foram revisadas e os dados deste boletim estão atualizados.

Por Philippe Ramalho/ClickPB

Continue lendo

Paraíba

Polícia Civil participa de Campanha Nacional de coleta de DNA de parentes de pessoas desaparecidas

.

Publicados

em

A Polícia Civil da Paraíba, por meio do Instituto de Polícia Científica (IPC), participa de campanha nacional de coleta de DNA de familiares de pessoas desaparecidas. A campanha será realizada de 14 a 18 de junho em todo o país e é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, com o objetivo de coletar material para abastecer o Banco Nacional de Perfis Genéticos para auxiliar na identificação de desaparecidos.

 Segundo o diretor do Instituto de Polícia Científica, Marcelo Burity, a Paraíba terá coleta em cinco cidades-polo: João Pessoa, Campina Grande, Guarabira, Patos e Cajazeiras, sendo na sede do IPC, em João Pessoa, e nos Núcleos de Polícia Científica nas demais cidades.

 “É importante que familiares compareçam para a coleta do material porque isso vai fortalecer o nosso banco de dados e aumentar as possibilidades da solução de casos que, eventualmente, necessitem de confronto de material genético”, argumentou.

 A coleta do material é voluntária e pode ser feita por parentes de pessoas desaparecidas, preferencialmente de primeiro grau (pai e mãe, filhos, irmãos) ou pessoas com quem a desaparecida tenha tido filhos, serão incentivadas a fornecerem mostras do próprio material genético, que é obtido de forma indolor.

 Familiares e pessoas próximas também podem entregar itens pessoais pertencentes à pessoa desaparecida, tais como escova de dentes ou cabelo; óculos, aparelho ortodôntico; dente de leite; aparelho de barbear; aliança e outros objetos nos quais os técnicos possam encontrar material genético.

 De acordo com dados do Ministério da Justiça, cerca de 80 mil pessoas desaparecem no Brasil todos os anos. O Banco Nacional de Perfis Genéticos foi criado em 2013 com o objetivo principal de auxiliar investigações criminais por meio da perícia de material genético. Atualmente, conta com menos de 3 mil amostras cadastradas de material genético de parentes de pessoas desaparecidas. De acordo com o ministério, o uso da tecnologia de ponta pode ajudar na localização por meio da identificação de vínculo genético de pessoas encontradas com as cadastradas no banco nacional.

 O lançamento da Campanha Nacional de Coleta de DNA de Familiares de Pessoas Desaparecidas aconteceu no dia 25 de maio, em referência ao Dia Internacional das Crianças Desaparecidas

Pontos de Coleta:

João Pessoa – Instituto de Polícia Cientifica da Paraíba

Rua Antonio Teotonio S/N – Cristo – João Pessoa-PB

Campina Grande – Núcleo de Polícia Científica de Campina Grande

Rua Raimundo Asfora, s/nº – Serrotão – Campina Grande/PB.

Patos – Núcleo de Polícia Científica de Patos

Rua Deodoro da Fonseca, 38 – Centro, Patos/PB

Guarabira – Rua José Fraga dos Santos s/n

Conjunto Mutirão Guarabira-PB

Cajazeiras – Rua: projetada, S/N Agrovila – Capoeiras

Telefone para informações: (83) 3216. 9650

Assessoria/PCPB

Continue lendo

Cidades

Cagepa lança edital para seleção de estagiários com bolsas de R$ 740

Vagas para Guarabira, João Pessoa, Campina Grande, Sousa, Patos e Cajazeiras

Publicados

em

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) lançou, nesta terça-feira (8), edital para processo seletivo de estagiários. São oferecidas vagas para estudantes de Ensino Superior nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Patos, Sousa, Guarabira e Cajazeiras. As inscrições acontecem de 10 a 24 de junho, no site do Centro de Integração Empresa Escola (CIEE).

A bolsa auxílio oferecida é de R$ 650, mais auxílio transporte no valor de R$ 90 mensais, totalizando R$ 740. Os estagiários devem cumprir 20 horas semanais, distribuídas em quatro horas por dia. A prova de seleção será aplicada pela internet.

No ato da inscrição, o candidato deverá informar a localidade em que deseja exercer suas atividades e o horário de disponibilidade para estágio. A carga horária diária indicada deverá ser compatível com o horário escolar, sob pena de desclassificação no processo seletivo.

Podem participar estudantes regularmente matriculados em instituições reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC) e que estejam em dia com as obrigações eleitorais. As oportunidades variam de acordo com cada cidade.

Áreas com vagas de estágio disponíveis em unidades da Cagepa

João Pessoa: Administração, Arquivologia, Biologia, Biomedicina, Ciências Contábeis, Ciências da Computação, Comunicação Social – Jornalismo, Desenvolvimento Web, Direito, Enfermagem, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Geoprocessamento, Gestão de Recursos Humanos, Gestão Pública, Logística, Psicologia, Química Industrial, Serviço Social, Tecnologia em análise e Desenvolvimento de Sistemas, Tecnologia em Sistemas para Internet, além dos cursos de Técnico em Edificações/Construção de Edifícios, Técnico em Eletrotécnica, Técnico em Informática, Técnico em Saneamento e Técnico em Segurança do Trabalho.

Campina Grande: Administração, Biomedicina, Ciências Contábeis, Direito, Enfermagem, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Geoprocessamento, Química, Serviço Social, Técnico em Edificações/Construção de Edifícios, Técnico em Eletrotécnica e Técnico em Informática.

Patos: Administração, Biomedicina, Direito, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Química, Serviço Social, Técnico em Edificações/Construção de Edifícios, Técnico em Eletrotécnica, Técnico em Informática e Técnico em Meio Ambiente.

Sousa: Administração, Biomedicina, Ciências Contábeis, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Técnico em Edificações /Construção de Edifícios, Técnico em Eletrotécnica, Técnico em Informática e Técnico em Meio Ambiente.

Guarabira: Administração, Direito, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Geoprocessamento, Química Industrial, Técnico em Edificações/Construção de Edifícios, Técnico em Informática e Técnico em Segurança do Trabalho.

Cajazeiras: Administração, Biologia, Biomedicina, Ciências Contábeis, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Química, Técnico em Edificações/Construção de Edifícios, Técnico em Eletrotécnica, Técnico em Informática, Técnico em Meio Ambiente e Técnico em Saneamento.

Portal Correio/Secom

Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas