Conecte-se conosco

Educação

Campus de Guarabira forma 235 novos profissionais nas áreas de Direito, Filosofia, Geografia, História, Letras e Pedagogia

Publicados

em

Fotos: Paizinha Lemos

“Ninguém pode construir em teu lugar as pontes que precisarás passar, para atravessar o rio da vida – ninguém, exceto tu, só tu”. Essa lição do filósofo alemão Friederich Nietzche, proferida pelo Orador Oficial das turmas concluintes do Centro de Humanidades (CH), retratou o sentimento de dever cumprido que tomou conta, nessa terça-feira (18), da cerimônia de Colação de Grau do período letivo 2018.1, realizada na Casa de Recepção Maison D’Mel, em Guarabira. O Campus III da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) colocou à disposição do mercado de trabalho 235 novos profissionais das áreas de Direito, Filosofia, Geografia, História, Letras e Pedagogia.

Presidida pelo reitor Antônio Guedes Rangel Junior, a solenidade foi prestigiada pela diretora do Centro de Humanidades (CH), professora Ivonildes da Silva Fonseca; pelo pró-reitor de Graduação, professor Eli Brandão da Silva; pelo presidente da OAB-Secção Guarabira, o advogado e professor Antônio Teotônio; como também por coordenadores de curso, chefes de departamento e demais professores que compõem o corpo docente do Campus III.

Eleito como paraninfo geral das turmas concluintes, o professor aposentado do Curso de Pedagogia, Geadelande Carolino Delgado, foi conduzido à mesa por uma comissão composta pelas estudantes Ruanny Gonçalves Neri (Direito), Rosiane Ferreira da Silva (História), Sonaley Soares de Lucena (Geografia), Sayure Raissa Cavalcante da Costa (Letras) e Joara Allana de Araújo Hipólito Ribeiro (Pedagogia). Emocionado, o docente relatou que ser paraninfo é a maior distinção que um professor universitário pode receber: “Acredito que tal honraria é fruto de nossa passagem pelo Curso de Pedagogia, no qual tivemos a grata satisfação de lecionar as disciplinas Estatística Aplicada à Educação e Metodologia do Ensino de Matemática”.

Para o professor Geadelande, a educação superior representa uma rede de incentivos que permite aos estudantes adquirirem conhecimento que efetivamente os emancipe. “O Centro de Humanidades tem como objetivo estimular os discentes a compreenderem o mundo a sua volta e, dessa maneira, contribuir para que ambos, aluno e mundo, sejam mudados para melhor”, disse o homenageado, que concluiu seu discurso deixando uma mensagem especial para os formandos: “Nunca baixem a cabeça, porque com persistência e perseverança chega-se ao objetivo pretendido. Todos, em regime de igualdade, devem se conscientizar de que o aprendizado permite abrir novas portas existenciais – o estudo liberta. Não tenham medo de ousar, não tenham medo de ser, façam a diferença, tragam melhores dias para todos nós e para o nosso país, pois o verdadeiro patriotismo é o que concilia a pátria com a humanidade”.

O concluinte Rafael Damião de Lima Silva, do Curso de Letras, fez a leitura do juramento, acompanhado por todos os demais formandos. O Orador Oficial, Gemarques Vieira M. Junior, do Curso de Direito, discorreu sobre como a UEPB foi importante na formação profissional e social de cada um dos que ali estavam para receber o grau acadêmico: “A Universidade nos proporcionou não só conhecimento técnico, mas também momentos de reflexão sobre empatia, sobre o Brasil, o mundo, relações interpessoais e a vida em comunidade, além de fornecer subsídios para acender a vontade de compreender e transformar a sociedade. Foi realmente um tempo inesquecível e de muito aprendizado”. Gemarques também fez um agradecimento especial aos professores e aos pais, destacando que “ninguém vence sozinho”. Ele finalizou suas palavras se dirigindo aos colegas: “Meus amigos e minhas amigas, saibamos cumprir com ética e efetividade os objetivos da nossa Constituição Federal, na busca pela construção de uma sociedade livre, justa e solidária. Este é um novo tempo. Este é o nosso tempo. Um excelente começo a todos”.

Por sua vez, o pró-reitor de Graduação, professor Eli Brandão, fez referência ao processo educativo como um fator de mudanças e transformações sociais. O reitor da UEPB, professor Rangel Junior, parabenizou os concluintes, frisando a significância da conquista obtida: “Chegar até aqui é, sem dúvidas, um ato de resistência. Estamos vivendo em mundo cheio de amarguras, mas é preciso sair da esfera das reclamações e partir para a ação. Para isso, é fundamental ser portador de uma esperança ativa. Honrem a história da nossa UEPB, sua trajetória de lutas em prol de um ensino de excelência; honrem seus pais, pelo esforço para ver um filho se formar; e honrem a sociedade paraibana, que possibilitou a cada um de vocês estudar em uma universidade pública e de qualidade reconhecida. A celebração de hoje é um ponto de chegada, mas também um ponto de partida, um ciclo que recomeça. Não esqueçam da ética no desempenho de suas atividades. Aprendam a ser tolerantes, pacientes e a lutar pelo nossos direitos.”

Em seguida, houve a conferência do grau acadêmico. Ingra D’avila Leite Lima foi a representante dos concluintes de Direito; Thaís Meire C. Da Silva Santos representou o curso de Geografia; os formandos de História foram representados por Joabson de Sousa Costa; Roniele Marques de Silva  recebeu o grau em nome dos concluintes de Letras; os formandos de Pedagogia foram representados por Nayane Hellen Mamede Guedes.

Ascom/CH

 

Rate this post

Cidades

Escola Integral de Lagoa Seca conquista primeiro lugar do Nordeste no Prêmio de Propriedade Intelectual nas Escolas

Publicados

em

A Escola Cidadã Integral Técnica Francisca Martiniano da Rocha, de Lagoa Seca, venceu o primeiro Prêmio de Propriedade Intelectual nas Escolas (PI nas Escolas), com o projeto ‘Criação de Plástico Biodegradável de Batata-doce e capim braquiária’, desenvolvido pelo grupo de estudo da escola ‘Os Sapiens Educação STEAM’. A escola ficou em primeiro lugar no Nordeste na categoria ‘Planeta’ e recebeu a premiação no valor de R$ 4 mil.

O Prêmio PI nas Escolas é um concurso realizado pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial que tem o propósito de  identificar, valorizar e divulgar experiências educativas, inclusivas, equitativas, transdisciplinares e de qualidade, conforme o Objetivo do Desenvolvimento Sustentável (ODS) 4 aprovado pelos Estados-membros da Organização das Nações Unidas (ONU), planejadas e realizadas por professores, gestores escolares de escolas das redes privada, federal, estadual e municipal de ensino, da Educação Infantil ao Ensino Médio e Profissionalizante.

O concurso foi realizado em cinco categorias: Criatividade – Educação para a inovação e produção artística; Cidadania – Educação para a cultura de respeito pela criação; Tecnologia – Educação para a ciência e inovação; Planeta – Educação para o aproveitamento sustentável e inovador dos recursos naturais; e Negócios – Educação para o empreendedorismo.

O projeto ‘Criação de plástico biodegradável de batata-doce e capim-braquiária’ foi inscrito na categoria ‘Planeta – Educação para o aproveitamento sustentável e inovador dos recursos naturais’, e desenvolvido por quatro estudantes da 1ª série do ensino médio. O projeto teve início no mês de maio, após identificar o cenário socioeconômico e ambiental de Lagoa Seca por meio da plataforma Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) Cidades 2021.

Como foi desenvolvido – Com o objetivo de combater as queimadas e o lixo plástico, por meio da articulação e diversificação dos arranjos produtivos locais, através da Agenda 2030 levados à sociedade de Lagoa Seca, foi criado neste projeto um plástico biodegradável a partir da batata-doce e do capim-braquiária.

Para o desenvolvimento e criação do plástico, os estudantes tiveram o apoio e orientação de quatro professores de diferentes áreas: Biologia, Matemática, Química e do professor da base técnica do curso de Comércio ofertado pela escola. Segundo o professor de Biologia, Damião Queiroz, a ECIT Francisca Martiniano da Rocha está em reforma, no entanto, a Secretaria de Cultura de Lagoa Seca cedeu o espaço físico para os professores e alunos, que levaram os equipamentos e vidrarias para realizarem os experimentos.

“Foram realizados 22 encontros, sendo 14 de forma remota pelo google meet e oito encontros presenciais, seguindo todos os protocolos de saúde estabelecidos pelo Estado e o município. Os presenciais foram realizados de forma alternada em ambiente aberto e ventilado, ocorrendo no espaço da Secretaria de Cultura de Lagoa Seca”, contou o professor Damião.

Para a Gestora, Michelle Fialho, “o prêmio representa o ideal de protagonismo trabalhado em nossa Escola. Além de mostrar o potencial do Ensino Integral, as mudanças que o modelo proporcionou para a comunidade, o prêmio traz uma representatividade significativa para nossos alunos e toda a equipe. Alunos de escola pública, alunos da zona rural, que mesmo durante o ensino remoto mostraram empenho e dedicação à pesquisa desenvolvendo um trabalho único e inédito em nossa cidade”, ressaltou.

A estudante Valeska Silva destacou a importância do Prêmio. “O prêmio PI foi uma grande conquista, uma experiência ótima que tive na participação desse projeto. A escola se dedicou muito para nos ajudar na construção do bioplástico com toda a organização. Através desse projeto, consegui aprender várias coisas como por exemplo as ODS e o método científico que era um assunto que eu não  tinha conhecimento”, comentou.

Secom-PB

Rate this post
Continue lendo

Educação

Programa Jovens Embaixadores 2022 abre inscrições com 50 vagas para intercâmbio nos EUA

Publicados

em

O Programa Jovens Embaixadores abriu, nesta quarta-feira (17), as inscrições para a edição 2022 do programa. Neste ano, até 50 estudantes da rede pública de ensino de todo o Brasil com perfil de liderança e um forte espírito empreendedor serão selecionados para um intercâmbio de três semanas nos Estados Unidos, entre os meses de maio e junho de 2022. Durante o período, os estudantes participarão de oficinas sobre liderança e empreendedorismo e visitas a escolas, projetos de empreendedorismo social e reuniões com representantes do Governo, bem como outras atividades relacionadas ao tema do programa. Eles também visitarão projetos de empreendedorismo jovem e farão apresentações sobre o Brasil.

As inscrições seguem abertas até o dia 9 de fevereiro de 2022 e podem ser feitas por meio do site oficial do programa (https://jovensembaixadores.org.br). Na Paraíba, a Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia (SEECT-PB) é a Instituição Parceira da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil para a execução do programa Jovens Embaixadores. Estudantes paraibanos podem enviar suas dúvidas e realizar um acompanhamento de inscrição através do e-mail [email protected]. A seleção dos estudantes será feita por meio de avaliação do desempenho escolar, provas escritas de proficiência em Língua Inglesa, além de entrevistas orais em Inglês.

Pré-requisitos – Os estudantes interessados em participar da seleção devem seguir alguns pré-requisitos, como: ter nacionalidade brasileira, ter entre 15 e 18 anos, ter pouca ou nenhuma experiência no exterior, jamais ter viajado aos EUA, ter boa fluência oral e escrita em Inglês, ser aluno do Ensino Médio da Rede Pública, pertencer à camada socioeconômica menos favorecida, ter excelente desempenho escolar, ter perfil de líder e empreendedor, ser comunicativo, possuir boa relação doméstica e escolar, estar engajado em atividades de empreendedorismo e impacto social.

Programa Jovens Embaixadores – O Programa Jovens Embaixadores é uma iniciativa oficial do Departamento de Estado dos EUA e, no Brasil, é coordenado pela Embaixada e Consulados dos Estados Unidos da América. Entre os principais colaboradores estão o Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED), a ampla rede de Centros Binacionais Brasil-Estados Unidos (BNCs), além de empresas que demonstram comprometimento com a responsabilidade social corporativa.

Secom-PB

Rate this post
Continue lendo

Educação

Enem 2021: cartão de confirmação com local da prova é liberado

Publicados

em

Candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 já podem consultar o local de prova na página do participante. O site apresentou instabilidades, mas o acesso já foi estabilizado.

O local da prova é divulgado no cartão de confirmação de inscrição do exame. O documento traz, entre outras informações, o número de inscrição, a data e o horário em que a prova será aplicada. O exame está marcado para os dias 21 e 28 de novembro.

O cartão também registra que o participante deve contar com determinado atendimento especializado, assim como tratamento pelo nome social, caso essas solicitações tenham sido feitas e aprovadas.

Rate this post
Continue lendo
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio
Apoio

Mais Lidas